Se for olhar para as circunstâncias

Se for pensar na imensidão de problemas

Se for impaciente com a lentidão das pessoas

Se for mirar na degradação social

Se for medir a desesperança da maioria…

Você desiste

Você os deixa

Você vira as costas

Você os rotula: “preguiçosos!”

Você não vê a verdade

Você não enxerga a realidade

Você não cumpre o chamado

Você não realiza a missão

Você não organiza a desordem

Por causa disso…

É preciso ter fé em Jesus

Acreditar, sempre

Que as crianças vão estudar

Que as pessoas podem viver mais tempo

Que podem ser felizes

Que o cenário caótico muda

Que todas as coisas podem ser renovadas

Em Cristo Jesus

Por meio de sua igreja

 

 

Como passarinhos

Acontece na vila onde dormimos

Todas as manhãs eles se aproximam

Como passarinhos do ninho

– Bom dia, pastor!

– Como passaram a noite?

– Bem, e de sua parte?

– Tive uma boa noite, graças a Deus.

Aí um rápido silêncio, logo interrompido

– Queremos bolachas!

Então os quatro meninos se alimentam

Como passarinhos.

 

 

Deus deu mais

Eram 134 crianças

Divididas pelas Convenções do Brasil

Umas recebendo auxílio financeiro

Para matrícula

E todas a receber uniforme, mochila e material escolar

Mas Deus entregou mais crianças

Não há como negar a muitos tão pouco

Então, o que fazer?

Atirar-se ao trabalho!

Novos cadastros a fazer

Corre corre nas feiras de Malema

Mais uniforme, mochila e material entregue

Agora são mais de 200 crianças a estudar

Deus cuidando de seu povo

 

 

Acelerando e pedalando mais

Proclama-se o evangelho a pé

De carro, de ônibus, de avião

E, também, com outros meios

Os trabalhadores da Vinha do Senhor…

Receberam 3 motocicletas e 11 bicicletas

Podem pedalar e acelerar mais na proclamação

O Evangelho exige urgência

 

 

Suco na latinha

Estamos a almoçar embaixo de uma árvore

Arroz, feijão, ovo e tomate

Sete meninos a nos olhar

Não tem jeito, estão em todos os lugares

Demos-lhe um pouco de coca-cola

Sorriso…

Demos-lhe suco dentro das latinhas

Satisfação…

Todo ser humano gosta de carinho.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.