Assembleia de decisões

 

É bem claro nas Escrituras, que mesmo reinando e governando os céus e a terra (Sl 115.16), o Senhor nos tornou seus parceiros em muitos aspectos de seu governo. E para isso, em alguns destes desdobramentos de sua governança, nos delegou a responsabilidade de sermos usados como instrumentos de seu plano salvífico (1Pd 2.9-10).

Quando encarnado, nosso Senhor Jesus Cristo escolheu 12 homens, com quem haveria de dividir a tarefa da divulgação do Evangelho e do pastoreio de sua Igreja. O Evangelho nos mostra o homem Jesus, orando antes de escolher seus discípulos (Lc 4.12-13), afinal, aqueles homens levariam a cabo sua obra na Terra.

Em Atos 1, temos os apóstolos escolhendo outro discípulo que substituiria Judas (vv.21-26). Por meio de oração e de um sorteio, indicaram o nome de Matias. Em Atos 15, diante de um problema entre cristãos judeus e gentios, temos os apóstolos e anciãos crentes, decidindo questões doutrinárias relevantes na igreja primitiva (vv.1-29).

Nós, cristãos promessistas, como parte da Igreja de Cristo, chegamos a esta  51ª

Assembleia Geral, com o dever de escolher novos líderes, que darão prosseguimento a uma obra presidida pelo Espírito Santo. Temos de encarar este momento como uma oportunidade de avaliar como chegamos até aqui, que caminho temos percorrido e quais os próximos passos.

 

Por isso, é essencial…

  • Orar a Deus a fim de pedir direção para que cada pessoa que irá fazer sua escolha possa exercê-la de maneira coerente com a caminhada que devemos trilhar nos próximos anos.

 

  • Orar para que não haja tanta preocupação com os nomes eletivos, mas, que cada líder esteja voltado a ser usado pelo Espírito, para que possa fazer a vontade de Deus.

 

  • Orar pedindo a total interferência de Deus em todo o processo, a fim de que, apesar de nossas escolhas, a vontade dele prevaleça. E sabemos que prevalecerá.

 

Que nossas decisões sejam submetidas a Deus em oração e que a vontade dele seja feita. E temos dele a esperança, pois é o Senhor da Igreja.

 

Andrei Sampaio Soares congrega na IAP em Vila Medeiros (SP) e é colaborador do Departamento de Educação Cristã da IAP.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: