Assembleia Geral dos “encontros”

Os amigos de seminário se reencontram, os companheiros de ministério se reencontram, surgem novas amizades e todos se juntam em comunhão diante do Senhor da Igreja

As Assembleias Gerais da IAP não servem só para se traçarem planos institucionais, reuniões prolongadas ou prestação de contas. Isso não conta toda a história das Assembleias. Os encontros na Estância Árvore da Vida são também o palco de vários encontros.

Nelas, os amigos que conviveram no seminário se reencontram. Os irmãos que se conhecem nos cultos, palestras, aulas e congressos se reencontram. Os companheiros de ministério se reencontram. Novas amizades são feitas. É uma possibilidade de comunhão e uma “macro comunhão” com irmãos e irmãs de todos os lugares do Brasil e do mundo.

Os cultos são espaços de encontro com Deus. É maravilhoso quando a igreja louva ao  Deus da comunhão. É momento de compartilhar do “pão da Palavra” que traz transformação e crescimento para o ministério, para a vida cristã. É neste encontro com Deus que membros, diáconos, diaconisas, presbíteros e pastores adoram e são  abastecidos para viver a Palavra e compartilhá-la.

Neste ano especialmente, com o Congresso de Missões 2014, os encontros foram multiculturais, mostrando toda a riqueza criativa do Deus que se deu por amor do mundo inteiro (Jo 3.16). Missionários e pastores, com suas famílias, puderam testemunhar do muito que o Senhor tem operado em cada comunidade de fé instalada em seus país.

Além dos testemunhos edificantes e encorajadores, cantamos juntos com o Grande Coral e Orquestra, organizado pelo Departamento de Música da IAP. Assistimos a coreografias e Teatro de Mãos. Enfim, artes usadas em favor da mensagem do evangelho e para a glória do Pai.

Fomos instados a orar para que Deus Pai envie trabalhadores para sua colheita. Refletimos também sobre os paradigmas (culturais, denominacionais e outros) a serem quebrados para que os cristãos promessistas cumpram o dever de fazer discípulos de todas as nações (Mt 28.19).

Na coragem dada pelo Espírito e na unidade de povo de Deus, cremos que outras pessoas encontrarão ao Senhor e terão momentos tão especiais como estes vividos em Assembleias Gerais. Em Deus e na força de seu poder, que possamos levar avante a bandeira do Evangelho.

Que venham mais encontros onde a comunhão é reforçada e a fé é vivida. Nas Assembleias Gerais, nas igrejas locais. Até que alcancemos na graça de Nosso Senhor a coroa incorruptível que será dada pelo Senhor no dia de seu Encontro com a Igreja de Cristo.

Andrei Sampaio Soares é colaborador do DEC e congrega na IAP de Vila Medeiros (São Paulo, SP).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: