Quero falar com Você

Jesus sabia o que dizia quando, em seu sermão do monte, pediu para a gente dar uma olhada nas aves do céu (Mt 6:26). Mas de todas as ordens deste sermão, talvez essa seja a que mais se ignora. E por fazê-lo, perde-se a chance de viver de bem com a vida.

Numa manhã dessas, acordei irritado. Normal. Todo mundo acorda assim, uma vez ou outra. Não sei a sua irritação, mas a minha nem sempre tem uma causa objetiva. Na maior parte das vezes, sou um irritado sem causa. Simplesmente acordo assim.

Pois bem, com a alma assim, peguei uma xícara de café e fui para perto da janela da pia da cozinha. Entre um gole e outro, olhava a chuva caindo sem parar. Do nada, fui surpreendido por um João-de-Barro pousando no muro.

As penas dele davam pena. A água da chuva as molhou todas. Mas mesmo assim, o João-de-Barro ergueu o bico, bateu as duas asas e cantou com toda a força que tinha. Cantou na chuva. Quem nunca ouviu dizer que quem canta os seus males espanta?

Ao cantar, o João-de-Barro espantou os meus próprios males – os males da irritação. Creio que o João-de-Barro foi um enviado da parte de Deus para me mostrar que aquela minha irritação, assim como a irritação de Jonas (Jn 4:9), não era razoável. O João-de-Barro virou João-de-Deus. O meu Deus usa aves! Elias que o diga (I Rs 17:6).

Pr. Genilson Soares da Silva é responsável pela IAP em Vila Camargo (Curitiba, PR).

10/03/2017

João-de-barro ou João-de-Deus?

Jesus sabia o que dizia quando, em seu sermão do monte, pediu para a gente dar uma olhada nas aves do céu (Mt 6:26). Mas de […]
09/03/2017

A oração de Ana

A riqueza em estar de joelhos diante do Pai “Então Ana orou, dizendo: O meu coração exulta no Senhor; o meu poder está exaltado no Senhor; […]
03/03/2017

Nos braços do Pai

Sabemos quem somos e a quem recorrer Há alguns dias, estávamos jantando com alguns amigos e nosso filho Caleb, de quatro anos, se machucou enquanto brincava […]
02/03/2017

Senhor, salva-me!

Como Pedro, devemos pedir por socorro antes de nos afogar Assim como Pedro, estou ciente de que não estou nem no meio nem no final do […]