Continuemos a perseverar!

Não podemos parar nem retroceder, pois nossa corrida ainda não terminou

 

 Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:12-14)

O ano de 2014 chegou ao fim… Cada um de nós pode refletir a respeito do saldo que o “ano velho” nos deixou: lutas, dificuldades e lágrimas; vitórias, bênçãos e sorrisos… Bem, o fato é que 2014 ficou para trás e 2015 está bem diante dos nossos olhos.  Provavelmente viveremos desafios e incertezas, mas certamente poderemos experimentar o cuidado e a misericórdia constantes do Senhor sobre nossas vidas.

O ano de 2015 pode representar um novo momento para muitos de nós, mas na verdade, a nossa corrida em direção a Cristo estará apenas continuando. Por isso, é fundamental e imprescindível que não percamos o nosso alvo, que é Cristo Jesus, e que perseveremos sempre no Senhor. É justamente essa perseverança (independente das situações) que Paulo enfatiza nesse trecho de Filipenses. Ele comparou a vida cristã a uma corrida, cujo prêmio maior é a salvação em Cristo. Uma das características marcantes de um atleta é justamente sua perseverança, seja nos treinos, seja em sua dieta, seja até mesmo quando está machucado e debilitado.

Quem nunca viu o exemplo de algum atleta que teve que lutar contra a dor física para alcançar seu objetivo: o de conquistar o 1º lugar em sua modalidade esportiva? No entanto, o objetivo de Paulo não era o de alcançar um prêmio terreno e perecível, como a grinalda de folhas que era concedida aos atletas vencedores. Seu propósito foi o de cumprir a vontade de Deus em sua vida, sempre, independente das circunstâncias. Ele aprendeu e reconheceu o que era realmente importante e prioridade para sua vida: a salvação em Cristo. Para o apóstolo, viver com Deus era muito mais importante do que qualquer outra coisa. Cumprir o chamado divino tornou-se imprescindível para ele. E nós? Qual o nosso propósito de vida? O que almejamos para 2015? Será que desejamos cumprir os propósitos do Senhor?

Devemos saber que o objetivo de Deus é operar em nossas vidas, capacitando-nos a perseverar em nossa corrida e a vencê-la, para a glória de Cristo. O Senhor opera em nós para que sejamos instrumentos em suas mãos, para que, por nossa vida, outros sejam estimulados a correr em direção a Cristo. Por isso, não podemos ser derrotados pelos problemas ou pelas circunstâncias adversas que estamos vivendo, ou que iremos viver. Mas, ao olharmos para o nosso Autor e Consumador da fé, sejamos motivados a permanecer firmes, dedicando nossas vidas ao Senhor e praticando a sua Palavra, sempre em direção ao nosso alvo.

Que em 2105 nossas vidas continuem firmadas naquele que morreu na cruz para nos salvar!

 

Dsa. Claudia Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Departamento Infanto Juvenil Regional.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: