Desesperar, jamais!

Ora, o mesmo Senhor da paz, vos dê sempre paz de toda maneira. O Senhor seja com todos vós.” (2 Tessalonicenses 3:16).

 

Todos nós estamos expostos a vários problemas e a diversas preocupações, sejam problemas de enfermidade, ou profissionais ou mesmo familiares, ninguém está livre dessas situações. Na vida surgem momentos tão difíceis de serem suportados e vencidos, que desanimamos, nos desesperamos e até mesmo pensamos em desistir. Quem já não pensou em “chutar o balde” pelo menos uma vez?

O ser humano sempre enfrenta a sua cota de adversidades. Isso não foi diferente do que estavam vivenciando as pessoas que moravam em Tessalônica (os destinatários dessa carta de Paulo). Como manter a paz em momentos de extrema pressão, de dificuldades ou de grandes crises? E uma outra pergunta pode ser relacionada: como vencer o desespero?

Atualmente, o estresse aparece como um dos principais causadores de diversas doenças: hipertensão, depressão, diabetes e problemas cardíacos, por exemplo. Muitas pessoas se entregam ao desespero e à ansiedade, mas o propósito de Deus para todos nós é que tenhamos abundância de vida em seu filho, Jesus Cristo. Uma das características dessa vida abundante é a paz, e é justamente essa paz que não permite que o desespero consuma a nossa vida.

Em primeiro lugar, no capítulo 1 da segunda carta aos tessalonicenses, o apóstolo Paulo encoraja seus contemporâneos a ter uma atitude de gratidão constante a Deus, independentemente das circunstâncias que estavam sendo enfrentadas. Não podemos esquecer que, se estamos vivos, é pela infinita misericórdia de Deus sendo derramada sobre nossas vidas. Devemos ser gratos ao Senhor pelas muitas vitórias que já foram alcançadas e pelo cuidado de Deus que se renova a cada manhã (Lamentações 3:22).

É importante recordarmos sempre o que Cristo tem feito na nossa vida. Para nós, também é fundamental essa atitude de saber que Deus estava cuidando e sempre cuidará da nossa existência. Tudo isso nos permite caminhar sem nos desesperarmos, pois podemos ter a convicção de que ele sempre estará conosco, em toda e qualquer circunstância não nos abandonará e nem nos desamparará.

Para se alcançar essa paz que vence o desespero, é fundamental reconhecer o senhorio absoluto de Cristo na vida. A verdadeira paz é proveniente da presença do Senhor. A nossa certeza é a de que Cristo é a nossa paz! Podemos passar a vida inteira buscando satisfação pessoal, profissional, material, e mesmo sentimental, no entanto, a paz que lança fora o desespero vem somente daquele que se entregou para morrer numa cruz por amor, para salvar o ser humano. Os irmãos da igreja de Tessalônica sabiam que somente em Jesus Cristo poderiam buscar paz para vencerem as lutas e as dificuldades que estavam enfrentando.

Que cada um de nós possa alcançar, em Cristo Jesus, a paz que aquece e tranquiliza a vida e liberta do desespero!

Dsa. Claudia Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Departamento Infanto Juvenil Regional.

%d blogueiros gostam disto: