Dicas da Lição 12 – “O sofrimento do Filho do Homem”

Dicas da Lição 12 – “O sofrimento do Filho do Homem”

O sofrimento do Filho do Homem

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

 

Dicas

  • Vídeo: Antes de iniciar o estudo, apresente o vídeo encontrado no link https://www.youtube.com/watch?v=Fmrd5UbS2OE. Execute o vídeo a partir do tempo “1:45”. Em seguida, peça para os alunos definirem o que é “sofrimento”.

Ilustração:
Escolha uma das duas opções abaixo para trabalhar cada tópico da lição com os alunos.

Opção 1: Objetos
Apresente os tópicos e os objetos correspondentes aos tópicos à classe, fazendo uma introdução. De preferência, faça com que os objetos primeiramente passem nas mãos de todos os alunos. Logo após, divida a classe em quatro grupos. Cada grupo ficará responsável por analisar um dos quatro tópicos da lição e comentar o que achou interessante. Os alunos terão 5 min para se prepararem.

  1. Um conchavo é formado: 30 moedas de 5 centavos (ou as que houverem disponíveis)
  2. A última páscoa é celebrada: cálice e pão (ou uma toalha e uma bacia)
  3. A prisão e o julgamento de Jesus: algema e martelo de tribunal
  4. A crucificação e o sepultamento de Jesus: uma placa com a frase “Rei dos Judeus”

Opção 2: Imagens
Apresente impressas ou projetadas em data show as imagens que estão nos links abaixo. Para cada imagem, pergunte o que ela representa e o que vem à mente do aluno.

  1. Um conchavo é formado: http://www.redemaranatha.com.br/wp-content/uploads/2011/08/139-30_moedas_prata.jpg
  2. A última páscoa é celebrada: http://www.caveguarnier.com.br/wp-content/uploads/2015/10/pao_e_vinho.jpg
  3. A prisão e o julgamento de Jesus: http://www.cousasdeimeneo.net/wp-content/uploads/2015/07/poncio-pilato.jpg
  4. A crucificação e o sepultamento de Jesus: http://www.biblianaweb.com.br/wp-content/uploads/2014/07/jesus-tres-cruzes.jpg

Dinâmica: “Sofrimento Humano e Sofrimento de Cristo”

Caso se queira, a seguinte dinâmica deve ser feita no início da lição (dinâmica adaptada do site http://euvoupraebd.blogspot.com.br/2015/07/dinamica-da-licao-05-o-caminho-para.html#.V16-k1cwxIp – Acesso em 13/06/2016).

Objetivo:

Mostrar o propósito do sofrimento de Jesus.

Material didático:

  • 01 Chicote ou um cinto ou um cinturão
  • 01 Símbolo de interrogação
  • 01 alfinete ou agulha
  • 01 folha de papel madeira ou cartolina

Atividade didática:

Pergunte:

• Alguém já sofreu uma agressão física de algum colega numa discussão, briga ou já apanhou injustamente? Como você se sentiu?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem um chicote ou um cinto, para representar a situação vivenciada.

• Alguém já foi incompreendido entre colegas de trabalho, amigos ou mesmo em casa?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem um símbolo de interrogação.

• Alguém já se furou com algo perfurante, como prego, alfinete, etc.?
Para este aluno que vai relatar este caso, entreguem um alfinete ou agulha, para representar a situação vivenciada.

Fale: Todas estas situações causaram sofrimento, tristeza, etc. Porém, hoje, vamos estudar sobre uma pessoa que sofreu intensamente, uma dor que é incomparável a qualquer dor que alguém já tenha sentido aqui.
Fale: Já sabemos que antes da crucificação de Jesus, aconteceram várias situações que provocaram muito sofrimento a Ele

Neste momento, apresente uma folha de madeira ou cartolina com um desenho de uma cruz em tamanho grande. Fale que a cruz vai representar o sofrimento de Jesus. Peça para que os alunos citem estes fatos que eles lembram que causaram sofrimento de Jesus antes de sua morte na cruz. As respostas devem ser escritas ao redor da cruz.

Exemplos:

  • Incompreendido
  • Injustiçado
  • Chicoteado
  • Torturado
  • Cuspido no rosto
  • Coroa de espinhos na cabeça
  • Morte na cruz

Após isso, convide os alunos a olharem de perto a descrição dos últimos acontecimentos antes da morte de Jesus, entrando propriamente no conteúdo da lição bíblica.

 

Comentários adicionais

Item da lição: “Um conchavo é formado”
1. Esboço do sofrimento de Cristo (Lc 22):
“I. O plano para prender Jesus, e a participação de Judas nele, vv.1-6. II. A refeição de Páscoa de Cristo com seus discípulos, vv.7-18. III. A instituição da Ceia do Senhor, vv.19,20. IV. O sermão de Cristo com seus discípulos depois da Ceia, sobre alguns deles, vv.21-38. V. a sua agonia no jardim, vv.39-46. VI. A prisão de Cristo, com a ajuda de Judas, vv.47-53. VII. A negação de Pedro, vv.54-62. VIII. Os insultos feitos a Cristo por aqueles que o tinham em custódia, no tribunal eclesiástico, vv.63-71.” (Henry, Mattew. Comentário bíblico: Mateus a João. Tradução: Degmar Ribas júnior. Rio de Janeiro: CPAD, p.708).

Item da lição: “A última páscoa é celebrada”
2. Sobre a Páscoa:
“A Páscoa não era apenas mais uma refeição, mas, sim, uma festa muitíssimo importante. Devia ser comida em posição reclinada, e havia exigências tais como a inclusão de ervas amargas na refeição. Destarte, uma quantidade considerável de preparação era necessária. A refeição não era solitária, mas, sim, era comida em grupos que usualmente consistiam de dez a vinte pessoas.” (MORRIS, Leon L. O Evangelho de Lucas. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1983, p.285).

Item da lição: “A prisão e o julgamento de Jesus”
3. Jardim de agonia:
“As palavras iniciais do trecho indicam que Jesus saiu da sala e da cidade para dirigir-se, segundo seu costume, ao Monte das Oliveiras. Esse lugar também era conhecido de Judas (Jo 18.2). Se o traidor não encontrasse o Senhor no recinto da Páscoa, ele sabia que o localizava ali. Longe do júbilo alegre da cidade na noite da Páscoa, ele busca sossego e concentração ao ar livre, orando no local ao se dirigir tantas vezes (Lc 21.37).” (Rienecker, Fritz. Evangelho de Lucas: comentário Esperança. Tradução: Werner Fuchs. Curitiba: Esperança, 2005, p.440).

Item da lição: “A prisão e o julgamento de Jesus”
4. Ridicularizarão de Jesus:
“Cronologicamente os maus tratos relatados por Lucas parecem situar-se entre a reunião noturna e a sessão matinal. Uma vez que uma parte dos membros do Sinédrio deixou a sala quando a reunião noturna se encerrou, Jesus ficou nas mãos dos servos e oficiais de justiça. Em todos os povos com tradição de direito um condenado está sob a proteção da lei enquanto estiver vivo. Os servos do tribunal, porém, que vigiavam a Jesus, fizeram-no sentir ódio que seus superiores alimentavam contra ele. Nesses maus tratos escarneceram-se sobretudo como profeta e rei.” (Ibidem, p.446).

5. A Cruz:
“De modo muito simples, Lucas conta a crucificação de Jesus, o sacrifício para a salvação da humanidade. Nesta forma de execução, os homens eram fixados a uma cruz (que podia ter o formato da nossa cruz convencional, ou como um T, um X, ou até mesmo Y ou até mesmo um I) com cordas e pregos.” (MORRIS, Leon L. O Evangelho de Lucas. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1983, p.306).

%d blogueiros gostam disto: