Dicas da Lição 12 – “Uma segunda chance”

Dicas da Lição 12 – “Uma segunda chance”

Uma segunda chance

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

 

Dicas

  • Para a introdução da lição, distribua uma folha de papel para cada uma delas. A seguir, peça que cada aluno responda à seguinte pergunta: “Quantas segundas chances você já teve em sua vida? Compartilhe essa experiência com os outros”. Peça que os alunos compartilhem o que escreveram com a classe. Relacione o que os alunos compartilharam com o conteúdo da lição desta semana: refletirmos a respeito da segunda chance concedida por Deus para os israelitas entrarem em Canaã.
  • Para aplicar o primeiro tópico (Nova liderança para novos tempos) do Explorando o tema, peça que seus alunos assistam o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=nxE6I6eMO6Y, a partir de nove minutos até vinte e três minutos, mais ou menos. Nele, o pastor Hernandes Dias Lopes utiliza o exemplo de Josué para refletir sobre a importância de estarmos com a fé firmada em Cristo para viver os desafios do tempo em que vivemos. Relacione com a segunda chance que foi dada a Israel, também expressa na escolha de Josué como o novo líder: “O novo líder Josué firmou sua confiança em Deus e venceu os desafios dos novos tempos. E cada um de nós? Temos vencido tais desafios?”
  • Para finalizar o tópico Aplicando o tema: que reforça a importância de fortalecemos a nossa fé em Cristo, faça a seguinte dinâmica: Fé em Ação. Separe previamente três comprimidos efervescentes e três copos transparentes com água. Mostre os copos com água e os três comprimidos efervescentes, nas seguintes situações: situação 1 – no primeiro copo o comprimido (com a embalagem) é colocado do lado de fora do copo; situação 2- no segundo, você coloca o comprimido (com a embalagem) dentro do copo; e, na situação 3 – para o terceiro copo, retire o comprimido da embalagem e coloque-o dentro do copo com água. Pergunte aos seus alunos: Qual destas três situações o comprimido faria realmente efeito caso você estivesse doente e precisasse tomar o remédio? Com qual dessas três situações o comprimido age na água, transformando-se num remédio eficaz? Qual dessas três situações melhor pode representar a fé em Deus sendo colocada em prática, mesmo em meio aos desafios? Com qual das três situações me pareço quando passo por um problema, dificuldade ou novo desafio? Podemos utilizar essas três situações para ilustrar os tipos de comprometimento da fé com Deus? Como? É necessário exercitar a fé quando Deus nos concede uma segunda chance? Peça que os alunos reflitam a respeito destas questões.
  • Para finalizar a lição, junte a classe em duplas e peça que eles reflitam a respeito da seguinte questão: “você acha que Deus pode ser considerado aquele que é especialista em recomeços? Por quê?” Considerando a reflexão dos seus alunos, finalize a lição enfatizando que por meio da graça de Cristo, todos nós temos a oportunidade de recomeçarmos.

Comentários Adicionais

  1. As fases de Moisés
    “A primeira vez que Deus proveu água para o povo de Israel, Moisés chamou o lugar de ‘Massá e Meribá’, que significa ‘provando e contendendo’. Da segunda vez, Moisés chamou o lugar de Meribá (‘contendendo’), mas ele é quem havia sido provado e reprovado. Em certa ocasião, Moisés implorou a Deus que lhe permitisse atravessar o Jordão, mas o Senhor recusou seu pedido (Dt 3:23-29). Moisés revelou sua mansidão ao submeter-se à disciplina de Deus e ao continuar o povo.” (WIERSBE, W. W. Comentário Bíblico Expositivo: Pentateuco. Tradução: Susana E. Klassen. Santo André: Geográfica, 2008, Vol. 1, p.452).
  2. Imposição de mãos
    “A despeito da diferença do nível de autoridade entre Moisés e Josué, houve uma verdadeira continuidade entre eles, expressa simbolicamente pela imposição das mãos de Moisés ([Nm 10].18, 23). Com este gesto simbólico, Josué foi identificado com Moisés, e tornou-se o seu representante para o futuro.” (WENHAN, Gordon J. Números: introdução e comentário. Tradução: Adiel Almeida de Oliveira. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1985, p.203).
  3. Confirmação de liderança
    “A nomeação de Josué como sucessor de Moisés foi, por assim dizer, publicamente anunciada pela imposição de mãos deste. Mais tarde ela foi confirmada por Deus em pessoa, que apareceu na coluna de nuvem no pátio do tabernáculo (Dt 31:14-15, 23). Revelações ulteriores de Josué ocorreram depois da morte de Moisés (Js 1:1-9; 5:13-15), mas somos informados de que foi a travessia do Jordão que realmente convenceu o povo de que Josué era o sucessor de Moisés escolhido por Deus (Js 4:14).” (Ibidem, p.204).
  4. 40 dias e 40 anos
    “Visto que os espias estiveram examinando a Terra Prometida por quarenta dias, mas não prestaram um bom relatório, por isso mesmo o povo de Israel precisou ficar vagueando por quarenta anos, por se terem deixado desencorajar a agir de acordo com o relatório positivo de Josué e Calebe.” (CHAMPLIN, R. N. O Antigo Testamento interpretado versículo por versículo. São Paulo: Candeia, 2000, vol. 01, p.726).
  5. A conquista
    “O povo de Israel precisava herdar a totalidade da Terra Prometida, e não somente porções. Apesar de ser verdade que a conquista plena teria de esperar pelos dias de Davi, ainda assim a invasão original foi bastante extensa. A Terra Prometida é aqui chamada de herança porque pertencia, por direito, aos descendentes de Abraão. O doador era Yahweh, o Pai espiritual.” (Idem).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: