Dicas da lição 13 – “A história precisa continuar”

Dicas da lição 13 – “A história precisa continuar”

A história precisa continuar

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

Dicas

  • RECAPITULAÇÃO: Pergunte a seus alunos (as), na introdução, sobre os 27 capítulos de Atos. O que mais foi marcante a eles/elas: um episódio em particular, uma personagem que chamou atenção e/ou um versículo que os (as) marcou. Culminando no estudo do capítulo 28.
  • DINÂMICA: Para o item 3 “Que fim de história é esse?
    Material: Uma folha de sulfite (papel em branco); Uma caneta.
    Aplicação: Aplique a seguinte mensagem: “Qual versículo você quer escrever na história da Igreja?”. A ideia, é que eles pensem, no que desejam fazer, conforme suas habilidades e os dons dados à eles por Deus, a missão. Por exemplo: missão na escola; evangelização nas favelas e etc…
  • VÍDEO: Exiba para seus alunos, após a parte aplicativa da lição “vivenciando o livro de Atos”, o trecho do filme “Paulo: O Emissário”, veiculado pelo YouTube. A partir de 46min22s até 49min13s. Ele conta o fim da vida de Paulo e sua morte, que conflui-se com o fim de Atos. Fale que Paulo cumpriu sua missão, e nós devemos cumprir a nossa onde estivermos. Link aqui: https://www.youtube.com/watch?v=ljw5Upt5U58

 

Comentários Adicionais

1. Final em progresso:
“A descrição final mostra Paulo pregando aos gentios a mensagem que pregara no decurso da história em Atos, e isto com intrepidez e sem impedimento. A implicação é que as acusações contra Paulo eram falsas e que o próprio Deus estava apoiando a sua proclamação. Nada que os homens são capazes de fazer é suficiente para impedir o progresso e vitória final do evangelho.” (MARSHALL, I. Howard. Atos: introdução e comentário. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1982, p.397).

2. Missões, a partir da casa alugada:
“Paulo foi inocentado e as acusações contra ele pelos judeus eram falsas. A partir da casa alugada de Paulo, o evangelho se espalhou até aos confins do mundo. E depois de sua libertação, ele continuou suas viagens em favor do evangelho.” (KISTEMAKER, Simon J. Comentário do Novo Testamento: Atos: vol. 2. Tradução: Ézia Mullins e Neuza Batista da Silva. São Paulo: Cultura Cristã, 2006, p.627).

3. Morre os heróis, não o evangelho:
“Também os grandes instrumentos eleitos de Jesus sofrem e morrem como o próprio Senhor predisse. Mas o evangelho continua: ‘A palavra de Deus não esta amordaçada’. Das mãos dos que morrem cai a bandeira da vitória da mensagem de Jesus. Mas sempre há outros que a acolhem e que na medida de sua incumbência ‘pregam o reino de Deus, e, com toda a intrepidez, sem impedimento algum, ensinam as coisas referentes ao Senhor Jesus Cristo’.” (BOOR, Werner. Atos dos apóstolos. Tradução: Werner Fuchs. Curitiba: Esperança, 2003, p.370).

4. Atos 29:
“Atos começa com a igreja testemunhando em Jerusalém. E termina com ela testemunhando em Roma. O final se dá no capítulo 28. Mas, na conclusão deixamos entre parênteses a expressão ‘Atos 29’ porque, num certo sentido, o livro não terminou. Ainda continua e sendo escrito não mais por Lucas e, sim, por nós.” (COELHO FILHO, Isaltino Gomes. Atos dos Apóstolos: de Jerusalém a Roma. Rio de Janeiro: Juerp, 2009, p.193).

5. Sobre a propagação do evangelho:
“Muitos leitores, entretanto, pensam que o livro [Atos] termina muito bruscamente, especialmente porque não relata o que aconteceu com Paulo. Mas deve-se lembrar que o livro não é sobre a vida de Paulo, mas sim sobre a propagação do Evangelho; e isto foi claramente apresentado por Lucas.” (Comentário do Novo Testamento: Aplicação Pessoal. Tradução: Degmar Ribas. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, Vol. 1, p.752).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: