Dicas da lição 2 – “A Bíblia e o dinheiro”

Dicas da lição 2 – “A Bíblia e o dinheiro”

A Bíblia e o dinheiro

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

Dicas

  1. Vídeo: Mostre aos seus alunos e alunas, o vídeo, em que o pr. Hernandes Dias Lopes fala sobre o “dinheiro” e faz apontamentos que ajudam no ensino do item 1 “O dinheiro é um perigo”. Veja videio aqui: https://www.youtube.com/watch?v=Dfnfs53vfLU.
  2. Enquete: O item 2 “O dinheiro é uma dádiva”, faça a seguinte pergunta aos seus alunos e alunas: “Como você vai gastar o que ganhou?”.
    Material: Distribua folhas de papel e canetas.
    Execução: Peça que cada um anote três áreas que gastariam com uma quantia alta de dinheiro. É incrível como temos curiosidade de saber como alguém que ganha um prêmio alto em dinheiro vai gastar o montante!
    Lição: Pois bem, Deus também se importa com o modo como gastamos as quantias que ele coloca em nossas mãos. Sejam grandes ou não.

 

Comentários Adicionais

1. Ganância:
“Quando pensamos em ganância, vem-nos à mente uma pessoa muito rica e avara. Imaginemos verdadeiros ‘Tios Patinhas’, que nadam em dinheiro, e têm prazer em correr os dedos por suas moedas e notas. Entretanto a ganância existe também entre os pobres e a classe média.” (CUNNINGHAM, Loren; ROGERS, Janice. Fé e finanças no reino de Deus. Tradução de Myrian Talitha Lins. Belo Horizonte: Betânia, 1993, p.56).

2. Amor ao dinheiro:
“O apóstolo Paulo ensinou que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1Tm 6.10). Não há nada de mal com o dinheiro em si. Mas devido ao pecado que habita no coração humano, o amor a ele pode aprisionar uma pessoa – até mesmo crentes – e causa-lhes terríveis sofrimentos. O dinheiro é como camaleão: assume a cor do coração de quem o possui.” (Ibidem, p.50).

3. Muitas dores:
“O amor ao dinheiro atormenta com muitas dores. Há determinados sofrimentos que só os ricos têm. Eles são inquietos, inseguros, medrosos. Vivem perturbados. O rico tem duas grandes perturbações: o desejo desenfreado de ganhar, ganhar e ganhar; e o medo de perder, perder e perder.” (LOPES, Hernandes Dias. Dinheiro: a prosperidade que vem de Deus. São Paulo: Hagnos, 2009, p.25).

4. Prosperidade promovida:
“A benção do Senhor enriquece. O cristianismo não promove a pobreza e sim a prosperidade. Aonde o evangelho chega, as pessoas são libertas da indolência e da desonestidade e os grilhões da miséria são quebrados. Aqueles que viviam dominados pela preguiça começam a trabalhar com afinco.” (Ibidem, p.23).

5. Contentamento e satisfação:
“(…) satisfação é contentar-se com a provisão suficiente de Deus. Satisfeito. Você não precisa de mais nada. Sente-se satisfeito com o que Deus lhe tem confiado. Isso sim é que é ir contra a cultura! Satisfação significa descansar naquilo que se tem e não buscar mais nada. Dizer, sem medo do futuro ou do ressentimento alheio: ‘Tenho o bastante’.” (MACDONALD, James. Senhor, transforma minha atitude antes que seja tarde demais. São Paulo: Vida Nova, 2015, p.84).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: