Dicas da Lição 2 – O derramamento do Espírito

Dicas da Lição 2 – O derramamento do Espírito

O derramamento do Espírito

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

 

Dicas

  1. Para inicio da aula, distribua alguns versículos para seus alunos sobre a promessa da descida do Espírito: Is 32:15; Jr 31:31-34; Jl 2:28-32; Mc 1:8; Jo 14:16. Diga para lerem, e explique a eles que é uma promessa verdadeira e cumprida por Deus.
  2. Quadro comparativo
    Para que seus alunos entendam melhor o que ocorreu no Pentecostes em Atos 2, faça um quadro comparativo entre a festa no Antigo Testamento e o ocorrido no início da Igreja. Utilize os textos: Nm 28:26; Êx 3422 compare com: At 1:14 e 2:1-4; e as demais informações da lição contidas no item 1 e dois, para entenderem melhor como era a festa cerimonial, e o acontecimento em Atos 2, da vinda do Espírito.
  3. Vídeo
    Quando terminar de explicar os itens da lição, você pode mostrar este vídeo em classe, em que fala de alguns versículos de Atos 2 no dia de Pentecostes, fazendo uma recapitulação do texto em estudo (você poderá exibi-lo ao inicio da aula. Acesse aqui: https://www.youtube.com/watch?v=7ya9lDWfuog

 

Comentários Adicionais

1. Deus concedeu aos ouvintes a interpretação de línguas: “Não eram os discípulos que falavam os idiomas distintos, mas o ouvinte é que escutava todos os discípulos (“nós os ouvimos”) na sua língua, compreendendo-os diretamente. Nesse ouvir processa-se o efeito do Espírito Santo, que cria nos ouvintes a “interpretação” do falar em línguas, que mais tarde é conferida como dom espiritual específico a alguns membros da igreja (1 Co 14:27).” (BOOR, Werner de. Atos dos apóstolos: comentário esperança. Tradução: Werner Fuchs. Curitiba: Esperança, 2002, p.43)

2. Não havia necessidade de se falar em idiomas: “Isso é salientado pela circunstancia de que não havia uma necessidade para esse milagre. Afinal, a multidão que afluiu não consistia de gentios nativos dos diversos países citados, que somente eram capazes de falar e entender seu próprio idioma, precisando por isso de um milagre para de fato conseguir ouvir os “homens galileus” […] Ao que tudo indica, Pedro pôde interpela-los todos em sua pregação (aramaica), sem que outro milagre especial de línguas ou audição se torne perceptível novamente”. (BOOR, Werner de. Atos dos apóstolos: comentário esperança. Tradução: Werner Fuchs. Curitiba: Esperança, 2002, p.43).

3. O som de vento e as línguas como de fogo: “Os relatos posteriores de enchimento com o Espírito em Atos não sugerem que o som do vento e as línguas de fogo ocorrem de novo. Estes sinais são introdutórios, somente para aquela ocasião. O sinal constante e recorrente da plenitude do Espírito em Atos é falar em outras línguas (At 10:46; 19:6)”. (STRONSTAD, R. & ARRIGTON, L. F. (Editores). Comentário Bíblico Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 632).

4. Sinal exterior do batismo no Espírito Santo: “Falar em línguas é o sinal do batismo com o Espírito […] Como sinal inicial, as línguas transformam uma profunda experiência espiritual num acontecimento reconhecível, audível e visível. Os crentes recebem a certeza de que eles foram batizados com o Espírito”. (Ibidem, p.633).

5. A multidão presente em Jerusalém no dia de Pentecoste: “Sem embargo, todos eram judeus ou prosélitos, e não eram pagãos”. (MARSHALL, I. Howard. Atos: introdução e comentário. Tradução de Gordon Chown. São Paulo: Vida Nova e Mundo Cristão, 1982, p. 70). “Haviam ido a Jerusalém proveniente de todas as nações do mundo civilizado daquela época”.(KISTEMAKER, Simon J. Comentário do Novo Testamento: Atos. Tradução: Ézia Mullins e Neuza Batista da Silva. São Paulo: Cultura Cristã, 2006, p. 114). “Esta lista inclui as muitas regiões das quais os judeus vinham a
Jerusalém – alguns viviam na Palestina, porém outros tinham sido dispersos por todo o mundo devido ao cativeiro ou à perseguição”. (Comentário do Novo Testamento. Aplicação pessoal. Volume 1. Tradução: Degmar Ribas. 1º Edição. CPAD: Rio de Janeiro, 2009, p. 629).

%d blogueiros gostam disto: