Dicas da lição 6 – “As bênçãos e o dinheiro”

Dicas da lição 6 – “As bênçãos e o dinheiro”

As bênçãos e o dinheiro

  • Clique AQUI para acessar os slides da lição.
  • Para ouvir o podcast desta lição, clique AQUI.

Dicas

  1. Dinamizando a aula: Divida sua turma em dois grupos, e distribua a eles os tópicos 1 “A provisão constante” e 2 “As bênçãos abundantes”. Dê-lhes uns minutos (5 min) para organizar em uma folha de sulfite, os principais tópicos dos itens em estudo. Depois peça que exponham esses pontos com a classe.
  2. Vídeo: Na parte aplicativa da lição, no item 1 “Contribua de coração e sem barganhar”, mostre para seus alunos e alunas, o vídeo “Não se barganha com um Deus que não precisa de você – D.A. Carson”. Ele fala que sendo Deus dono de tudo, não podemos pensar e ter um relacionamento que o torne refém de nós. Veja e baixe o vídeo aqui: https://www.youtube.com/watch?v=__7-JIzflzU&index=1&list=PLX3_iAK0s4RdQaHxtDhi0Kme98bDMnGmR

Comentários Adicionais

  1. Exemplos de fidelidade:
    “Como ensinar seu filho a ser um fiel dizimista enquanto ainda é uma criança? Dando uma mesada para ele, mesmo que bem pequena. Junto com a mesada você deve entregar-lhe um envelope de dízimo. Mesmo que ainda não saiba calcular, ele deve devolver o dízimo. Os pais devem ajuda-lo a fazer as continhas. O mesmo princípio se aplica para a oferta”. TOSTES, Antonio Oliveira. Administração financeira da família. 3. Ed. Casa Publicadora Brasileira: Tatuí, 2004, p.58)
  2. Bênçãos espirituais:
    “Deus não age apenas ativamente derramando bênçãos extraordinárias, mas também inibe, proíbe e impede a ação do devorador na vida daqueles que lhe são fiéis. Alguém, talvez, possa objetar dizendo que há muitos crentes não-dizimistas que são prósperos financeiramente, ao passo que vários dos que são fiéis enfrentam dificuldades econômicas. Contudo, a riqueza sem fidelidade pode ser maldição e não bênção. Também, as bênçãos decorrentes da obediência não são apenas materiais, mas toda sorte de bênção espiritual em Cristo Jesus”. (LOPES, Hernandes Dias. O melhor de Deus para sua vida. Belo Horizonte: Betânia, 2005, p.82)
  3. Boa medida, recalcada e sacudida:
    “A promessa de Deus é: ‘[…] dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também’ (Lc 6.38). Deus promete literalmente fazer prosperar a quem dá com liberalidade (2Co 9.6-11): ‘A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais; ao que retém mais do que é justo, ser-lhe-á em pura perda.” (LOPES, Hernandes Dias. Dinheiro: a prosperidade que vem de Deus. São Paulo: Hagnos, 2009, p. 101)
  4. Bons administradores:
    Na teologia da provisão, Deus é dono de tudo e Ele nos confia Seus recursos para que os administremos. Deus quer que eu use Seus recursos para avançar o Seu reino e ajudar os necessitados. Eu tenho o privilégio de fazer circular a Sua riqueza. Riqueza é um privilégio que Deus pode nos dar e não uma obrigação”. (TORRATACA, Leandro. Como sobreviver à crise financeira. Mogi das Cruzes: Associação Verdade Bíblica, 2007, p. 77).
  5. Mais valem as bênçãos do Senhor:
    “É lá do alto que procede toda boa dádiva. Deus promete derramar sobre os fiéis torrentes caudalosas das suas bênçãos. É bênção sem medida. É abundância. É fartura. Mais valem 90% com a bênção do Senhor do que 100% sob a sua maldição”. (LOPES, Hernandes Dias. O melhor de Deus para sua vida. Belo Horizonte: Betânia, 2005, p.82)