DICAS DE LIÇÃO 4 – NÃO ME ENVERGONHO DO EVANGELHO: “Os abençoados”

DICAS DE LIÇÃO 4 – NÃO ME ENVERGONHO DO EVANGELHO: “Os abençoados”

01. Baixe os slides: http://portaliap.org/slides-licao-nao-me-envergonho-do-evangelho/

02. Baixe os comentários adicionais:http://portaliap.org/wp-content/uploads/2015/07/308_2014_Jul_Set_Comentarios-Adicionais_B.pdf  >

Para esta lição temos os seguintes comentários: Entendendo melhor a justificação; Mais que perdão; Bênçãos sobre bênçãos; De fato, paz!; Segurança nas tribulações.

03. Inicie a lição interagindo com a classe. Faça a pergunta: “Qual o presente mais marcante que você já ganhou na vida?”. Procure ligar as experiências dos participantes ao tema da lição e lembre que, além de Deus nos presentear com a justificação, a própria justificação ainda nos trás benefícios, como será explicado no decorrer do estudo.

04. Na primeira parte, “VAMOS AO ESTUDO”, providencie dois garfos e dois palitos de dente e desafie os alunos: “Eu lhes asseguro que é possível equilibrar esses dois garfos em cima desses dois palitos de dente. Alguém gostaria de tentar?”. Em seguida, mostre que é possível tal façanha, baseando-se nas instruções a seguir:

1) Aproxime os dois garfos de forma que eles cruzem entre si; 2) Pegue um dos palitos faça com que ele passe entre os dois garfos; 3) Equilibre a ponta do palito que está entre os garfos na ponta do palito que está solto, fazendo com que esse palito solto sustente todos os elementos. Como no exemplo abaixo:

 

Deus também nos assegura pela Sua palavra os benefícios da justificação, mesmo que pareça tão difícil que elas sejam reais. Podemos estar certos de que tendo sido justificados pela fé, teremos paz com Deus, esperança na glória de Deus, segurança em meio às tribulações e a certeza da vida eterna.

05. Para a segunda parte da lição, “VAMOS À PRÁTICA”, compartilhe o trecho do vídeo que se encontra em https://www.youtube.com/watch?v=Vxj6O39DFJs&list=PLNCyAeV74dR1QbJ9H_lzXqk-1hsAnQ0-n. Caso prefira, execute apenas a primeira parte do vídeo até o tempo “1:25”. Logo após, reflita com irmãos sobre a perseverança e paciência na tribulação.

06. Para conclusão, convide a todos a se levantarem e lerem o treho final do “VAMOS AO DESAFIO SEMANAL”, que se encontra na página 32.  A saber: “Reserve algum tempo, nesta semana, para meditar mais sobre essa doutrina e louvar o Senhor, ainda mais, por sua graça. É impossível não cair de joelhos diante dele, depois de entender todas essas verdades”. Isso enfatizará e deixará mais claro o desafio semanal. Termine com uma oração objetiva.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: