Eu, esposa de pastor?

Eu, esposa de pastor?

Converse diariamente com o Senhor, coloque diante dele suas dificuldades e ele vai fortalecer sua fé

Nossa vida, às vezes, toma rumos que nem sempre esperamos: na juventude, época dos namoros, fazemos escolhas. Assim, algumas moças casaram-se com jovens da igreja que ainda não pensavam em ser pastores. Mas os caminhos foram mudando de rumo; experiências marcantes com Deus foram acontecendo; houve uma entrega maior ao serviço cristão, e, de repente, chega a notícia da consagração ao diaconato. Agora, torna-se necessário mais empenho no trabalho do Mestre, até que vem a consagração ao presbiterato.
O chamado para o pastorado deixa seu esposo muito animado com o novo ministério. E você, como fica? Igreja nova, gente desconhecida, que, com certeza, espera muito de você. Como enfrentar toda essa situação? Lembre-se de que Deus está no controle: “Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho, nem do homem que caminha o dirigir os seus passos” (Jr 10:23). Tenha como alvo sempre olhar para Jesus, para a sua palavra.

Se não gosta de ler, saiba que a leitura é um exercício. Esforce-se para isso. Não se deixe envolver pelos conceitos do mundo, porque vão tirar sua paz. Deus conhece as suas necessidades, mas quer que, na sua conversa diária com ele, você derrame o seu coração, exponha todos os seus medos, suas inseguranças. Pode ter certeza de que, com a oração diária, muitas coisas boas começarão a acontecer, e isso vai fazer com que a sua fé seja fortalecida.

Se você tiver bons momentos com Deus, também terá com o seu esposo. Seja uma companheira fiel, sempre presente nas visitas, nos aconselhamentos, na igreja e junto às ovelhas, ouvindo-as. Peça a Deus que lhe dê muito amor para que possa dedicá-lo a cada uma delas. Esse vai ser o seu semear. Mais tarde, você verá como é bom ser amada por irmãos que, antes, você nem conhecia. Esses irmãos nunca vão deixar de se interessar por você. As irmãs serão verdadeiras parceiras de oração. E o caminho que parecia difícil, vai ser aplainado pelo agir de Jesus em sua vida.

Dsa. Deusa de Oliveira Teixeira é diretora da Resofap Paranaense e integra o  Departamento Ministerial – Geral
Texto publicado originalmente no Boletim Informativo Ministerial, Ano 2008- nº 1

%d blogueiros gostam disto: