Mãe, invista em seu papel mais importante

A educação cristã de seus filhos não pode ser negligenciada

Com a proximidade do Dia das Mães, em que a preocupação com os presentes toma muito do nosso tempo, julguei oportuno convidar a você, mãe, para refletir na importância de investirmos no papel mais importante de nossas vidas: a educação cristã de nossos filhos.

Vivemos numa sociedade em que o conceito de educação e sua importância para o bom andamento da sociedade têm sido amplamente discutidos. São muitos os educadores, filósofos e professores que debatem e argumentam a respeito desta questão. No entanto, o conceito de educação não está restrito ao que se ensina e aprende na escola. A própria Bíblia Sagrada reforça a importância da educação cristã para os nossos filhos e para as nossas crianças. Ela vai responder a algumas perguntas que podemos ter como pais, professores e educadores cristãos, como por exemplo: o que ensinar, por que ensinar, qual o propósito do ensino cristão para as nossas crianças?

Para responder a algumas destas questões, vamos ler o Salmo 78, dos versos 4 ao 8. No versículo 4, lemos “Não os esconderemos dos nossos filhos; contaremos à próxima geração os louváveis feitos do Senhor.” O que devemos ensinar às nossas crianças? O salmista responde: “os louváveis feitos do Senhor”. Não podemos perder a oportunidade de ensinarmos sobre Deus para as crianças. Dessa forma, a base do nosso ensino cristão, seja para nossos filhos, seja para nossos alunos são os atos poderosos de Deus que estão registrados na Bíblia Sagrada. Devemos mencionar os atos maravilhosos do Senhor, sempre!

Desde os bebês até os adolescentes, cabe a nós mostrarmos e contarmos todas as maravilhas que o Senhor fez, faz e fará. Nossos filhos e nossos alunos precisam conhecer o Deus a quem servimos. É o próprio Deus quem nos orienta a ensinarmos as verdades bíblicas às crianças e aos adolescentes: “Ele decretou estatutos para Jacó, e em Israel estabeleceu a lei, e ordenou aos nossos antepassados que a ensinassem aos seus filhos.” (v. 5).

Em um mundo cada vez mais confuso e perdido, do ponto de vista espiritual, é imprescindível que nós assumamos o nosso papel como mães, pais ou como professores do Dijap para ministrar às nossas crianças e adolescentes, para que eles aprendam a Palavra de Deus e tomem a decisão de servir a Cristo, não por imposição, mas porque aprenderam a amá-lo de todo o coração, alma e entendimento.

A educação secular é importante, mas é fundamental que tenhamos a consciência de que, em primeiro lugar, devemos ensinar a criança no caminho em que ela deve andar. E que caminho é esse? O que está registrado na Palavra de Deus: o caminho de salvação que está em Cristo Jesus, Senhor e Salvador. A criança deve ser motivada a entregar a sua vida a Cristo, pois ele morreu na cruz por ela também.

Dessa forma, podemos compreender o que está registrado nos versos 6-8 do capítulo do salmo 78: “de modo que a geração seguinte a conhecesse, e também os filhos que ainda não nasceriam, e eles, por sua vez, contasse aos seus próprios filhos. Então eles porão a confiança em Deus; não esquecerão os seus feitos e obedecerão seus mandamentos.”

Devemos ensinar nossos filhos a respeito de Cristo e de seu plano de salvação, pois o propósito do Senhor é que todos o conheçam. Da mesma forma, o nosso ensino cristão deve ter como alvo motivar os pequeninos a confiarem em Deus, para que não se esqueçam de seus feitos poderosos e por amor, obedeçam a Cristo de todo o coração. Devemos ensinar levando em consideração que as nossas crianças e adolescentes precisam ser alcançados e transformados pelo poder do evangelho. Os nossos filhos devem sem impulsionados a conhecerem a Jesus cada dia mais e mais, a estreitarem o seu relacionamento com ele, o que, com certeza, os conduzirá a uma vida de santidade, dedicação e obediência a sua vontade.

Que o Senhor permita que através da nossa vida, nossos filhos conheçam a Cristo e decidam obedecê-lo!

 

Dsa. Cláudia dos Santos Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Dijap da Convenção Noroeste Paulista.

%d blogueiros gostam disto: