O que esperar de 2019?

A esperança em Deus não paralisa, mas renova as forças

Os últimos anos foram de muitas incertezas políticas, sociais e econômicas. Nossas famílias enfrentaram uma das piores crises da história de nosso país. Um cenário que trouxe preocupações, dívidas e constantes rearranjos no orçamento do brasileiro. E o que esperar do novo ano que se aproxima?

É certo que começa um novo ciclo político, novo presidente, novos governadores, senadores e deputados e, mesmo diante de tantas decepções recentes, parece que temos a tendência de nos encher de esperança por dias melhores. E é bom que seja assim! Aqueles que não renovam a esperança na vida, nas pessoas e nas possibilidades de dias melhores, por vezes, entram em processos de amargura, depressão e desgosto.

Além do ciclo político, a própria ideia de um novo ano traz expectativas de renovação, promessas de regime, de ser um pai ou uma mãe melhor, metas profissionais, enfim, um novo tempo nos enche de esperança de que as coisas também sejam diferentes. Mas, a pergunta continua, o que esperar de 2019? Quero propor a você duas reflexões sobre o que pode vir.

A primeira reflexão trata-se de entender que a melhor postura é não esperar. Isso mesmo, não tome a atitude passiva de esperar pelas coisas, como se elas fossem acontecer por conta do governo, das pessoas ou das circunstâncias. Seja protagonista de seu novo ciclo, busque oportunidades, bata nas portas que parecem fechadas (elas podem se abrir), lute por seus ideais, não simplesmente planeje uma vida saudável, comece novos hábitos. Esperar, nesse sentido, é ficar parado e isso não lhe levará a lugar algum. A paralisia transforma a espera em tédio e o tédio em desesperança, antes que chegue o carnaval.

A segunda reflexão é que vale a pena esperar. A esperança renovada é um tipo de energia que todo ser humano deve cultivar. A esperança não significa passividade, ao contrário, a esperança pede uma atitude ativa. Planos precisam ser feitos, decisões precisam ser tomadas, alvos e objetivos precisam ser traçados. Vale a pena fazer uma “fotografia mental” do cenário que se imagina para a vida ao final de um ciclo. E obviamente, fazer tudo o que está ao seu alcance para que a visão de futuro vire realidade. Erros, ajustes e obstáculos serão naturais no processo. O que vai fazer você não desistir? A esperança, a firme convicção de que vale a pena seguir o plano traçado.

E aí, o que você espera de 2019? Eu espero que você caminhe e lute por sua família, seus relacionamentos, sua profissão e seus valores. E, em meio a tudo isso, viva com esperança. É desse tipo de esperança que fala um antigo profeta: “Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão” (Is 40.1). Entendeu? A esperança em Deus não paralisa, ela renova forças, te dá asas, faz você correr e não se cansar, caminhar e não desistir. A esperança faz mais sentido ainda quando ela é depositada naquele que pode todas as coisas. Confie e espere em Deus, nele você pode confiar!

 

Pr. Junior Mendes é publicitário e líder do Ministério de Jovens da Igreja Adventista da Promessa – Convenção Geral. Publicado originalmente na revista Dialogo, da IAP em Vila Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.