A forma como João Augusto entrou diretamente em contato com evangélicos, foi no mínimo inusitada e cômica. Depois daquela advertência, ao se encontrar com o Sr. Felix, ele declarou: Sr. Felix, eu sou protestante. Curiosamente, ele lhe pergunta: “a qual igreja você pertence?” João nada sabia sobre denominações evangélicas. Logo, não soube responder. Mas o diálogo surtiu efeito, pois desse episódio, até engraçado, João recebeu convite para ouvir o primeiro sermão evangélico, que se deu em 24 de dezembro de 1909. O convite fora feito pelo Sr. Felix, que era fundador da Igreja Presbiteriana em São Luiz do Maranhão. O jovem aceitou o convite e naquela noite de sábado foi ao templo evangélico. Lá estava um dos maiores pregadores da época, o reverendo Eduardo Carlos Pereira.

Outra providência divina já começava a se esboçar ali naquele templo. Ao findar os trabalhos, nos bancos da Igreja estavam vários folhetos ali deixados. O Sr. Felix diz ao seu convidado: “Estes folhetos são sabatistas”.
No dia seguinte, atendendo ainda ao convite do Sr. Felix, foi à sua residência. Qual não foi a sua alegria ao receber das mãos daquele homem, uma bíblia sagrada, como presente, dedicada a ele com data de 25 de dezembro de 1909.