Quando o frio invade a igreja…

Não deixe de amar, não seja rebelde e não perca o propósito de Deus em sua vida

“E por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos” (Mateus 24:12 R.A.).

O inverno foi rígido neste ano! Mas a frente fria que passou nas primeiras semanas de junho e julho, nas regiões sul e sudeste do Brasil provocou um despertar para tirar os casacos do guarda roupas e preocupou muita gente! E infelizmente o frio intenso com temperaturas em algumas regiões próximo a zero e outras até abaixo de zero provocou a morte de pessoas. Que tristeza!
É preciso cuidados com o frio! Pois pode provocar doenças respiratórias como gripe, resfriado, alergias, asma e bronquite, com possibilidade até de morte.

Vamos pensar na situação da igreja, será que ela pode ficar fria? Em quais aspectos?

O frio pode invadir a igreja? Pode acontecer, se nas pessoas que a frequentam ocorrer o desamino! Pode começar com um pensamento: “Hoje eu não vou participar do culto porque está frio! Hoje tenho um compromisso”. Assim surgem várias desculpas. Chega ao ponto em que a pessoa esquece que um dia era membro de uma igreja. Mas graças a Deus pela vida dos pastores que não se esquecem das ovelhas de Cristo! E estão sempre a procurar e a chamar pelo nome. E principalmente o Supremo Pastor, o Cristo!

Não se esqueça do que está escrito na carta Aos Hebreus: “Não deixemos de congregar-nos… vedes que o Dia se aproxima” (Hb 10:25).

O frio pode invadir o coração das pessoas quando elas deixam de amar! Amar a Deus, à família, ao próximo e à igreja. Pode começar com críticas, uma palavra mal interpretada, por um descuido sem querer, e talvez por não conversar com o irmão.

E assim acontece que o coração, o amor e a fé esfriaram! (Mateus 24:12).

O frio pode invadir a igreja por causa da rebeldia, dos erros, do coração endurecido à Palavra e ao Espírito Santo! Como aconteceu com a igreja de Laodiceia (Ap. 3:14-22), ficou morna, e Cristo ficou do lado de fora da vida daquela igreja. Ele bate à porta e quer entrar para fazer morada e avivar!

“O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançara misericórdia” (Provérbios 28:13 R.A.).

O frio pode invadir a igreja por ela não ter, ou perder os propósitos da razão de existir! A igreja existe para adorar a Deus, proclamar Jesus Cristo e fazer discípulos. Quando a igreja faz muitas realizações, se ela entra apenas no ativismo religioso, para de crescer e pode começar a morrer! A igreja é viva quando cumpre sua missão, a comunhão com os amados irmãos e também ora a Deus e tem a preocupação da salvação dos familiares, amigos e vizinhos! Não desista da salvação da sua família e de uma vida!

Querido(a), não permita que as “frentes frias” que aparecem venham esfriar o seu amor para com o Senhor da Igreja!

Há pessoas que moram na rua pelos mais diversos motivos, pois saíram de casa. Buscam acolhimento no albergue. Mas no fundo do coração, o desejo é de estar em casa, com o calor da amada família e assim viver feliz! Para aqueles que, talvez, estão no frio da rua e sem igreja, que abandonaram ou sofreram, fica o encorajamento: volte logo para a casa e para os braços do Pai. Ele está esperando por você! A porta está sempre aberta! Com certeza existem pessoas que te amam de verdade. E você será bem acolhido!

Que a nossa oração seja sempre: “Senhor aviva-nos!”. Se envolva na participação do estudo da lição bíblica, frequente e adore ao Senhor nos cultos. Busque ao Senhor de todo o seu coração e forças. Reúna-se com sua família para adorar ao Senhor! Clame por Ele e busque ajuda! E o Senhor será sempre contigo e assim você estará protegido, mas não livre de possíveis tempestades e queda de temperatura. Mas haverá sempre uma chama a inflamar a sua vida: o grande amor do Pai, através da Graça e do poder (calor) do Espírito Santo! Amém!

%d blogueiros gostam disto: