Quanto vale uma família?

Nosso lar é um dos primeiros lugares no qual podemos exercitar e compartilhar a fé e a confiança em Cristo Jesus

 

“Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam…” (Salmos 127:1)

No mês de maio, em que na nossa denominação, sempre reservamos para refletir e orar por nossas famílias, devemos pensar: qual a importância dela? Você pode mensurar a importância desse grupo de pessoas tão especial para todos nós? Com toda a certeza, podemos observar que a família é um dos bens mais importantes que o ser humano possui: mais do que uma boa profissão ou do que um carro novo na garagem.

É no seio da família que, ao nascermos, o Senhor permite que construamos as primeiras relações de amor, de carinho, de afeto e de aconchego. É também entre nossos familiares que temos os nossos limites estabelecidos, que podemos exercitar o dom do perdão, da paciência e, principalmente, do amor.

As primeiras pessoas que aprendemos a amar geralmente são os nossos familiares: pais, irmãos, avós, tios e tias. Seja a família biológica constituída pelos laços sanguíneos, seja a família que é construída pelos laços do coração, essa comunidade de pessoas é de fundamental relevância para todos nós!

É fato que vivemos num mundo onde as famílias estão cada dia mais desajustadas. Um exemplo disso é que em alguns lares, os pais estão cada vez mais preocupados consigo mesmo e não com os filhos que geraram, e os filhos demonstram cada vez menos respeito por seus pais e pelas autoridades. Por isso, é necessário que possamos compreender e aceitar que a família é um maravilhoso presente de Deus para nós e a sua vontade para nosso lar consiste em que ele seja o centro e o alicerce da nossa casa! Que amemos nossa família de todo o nosso coração!

A Bíblia aponta para o grande valor que a família possui. É importante observarmos que a primeira instituição que Deus criou foi justamente a família. A partir da criação de Adão e Eva (primeiro homem e primeira mulher), o Senhor instituiu o primeiro casal, consequentemente, a primeira família para que fosse um lugar em que Deus seja glorificado; um lugar também de proteção e de refrigério para o ser humano. A nossa família é um presente de Deus para a nossa vida!

Além disso, nosso lar é um dos primeiros lugares no qual podemos exercitar e compartilhar a nossa fé e a nossa confiança em Cristo Jesus. É também onde caminhamos juntos com nossos pais, avós, irmãos ou filhos em direção ao alvo que é a salvação no Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Mesmo tendo as suas dificuldades, os seus defeitos, as suas imperfeições, o fato é que o objetivo do Senhor para a nossa família é que saibamos reconhecê-lo como o verdadeiro Deus, Senhor e Salvador e dediquemos nossa vida a ele.

Cristo almeja que o nosso lar seja um lugar onde pessoas imperfeitas vivam, convivam e possuam um relacionamento que é alicerçado na Palavra de Deus e na fé em Cristo! Deus abençoe as nossas famílias!

 

Dsa. Cláudia dos Santos Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Dijap da Convenção Noroeste Paulista.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: