Sentença anulada

Em Cristo, não há acusação contra você, independente do que tenha cometido

 

“Vinde então, e argui-me, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.” (Is 1.18)

Isaías cap. 1 começa com Deus falando a um povo que estava se corrompendo com as iniquidades e se rebelando contra ele. No vers. 6, o Senhor disse que esse povo estava contaminado pelo pecado desde a planta do pé até a cabeça. No vers. 18, Deus apresenta a solução para os pecados daquele povo: ele diz que, mesmo que os pecados deles fossem vermelhos como escarlata e o carmesim (vermelho muito forte), eles se tornariam brancos como a neve e a lã.

Assim como o povo de Deus daquela época, estávamos nos aprofundando cada vez mais no pecado, que estava nos levando à perdição eterna, até termos um encontro com Jesus. A Palavra de Deus diz que: aquele que está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo (II Co 5.17), e que: o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (I Jo 1.7)

Muitos crentes que já entregaram suas vidas a Jesus não conseguem sentir o perdão de Jesus; pensam que, pelos seus erros serem tão horríveis, nem Jesus irá perdoá-los. Alguns chegam a dizer que, se desse para criar uma “máquina do tempo”, criariam, para voltar no tempo e desfazer o que foi feito. De fato existem coisas que gostaríamos que não tivessem acontecido, mas não precisamos criar nenhuma “máquina do tempo” para desfazer coisas que fizemos e que desagradava o coração de Deus, pois I Jo 1.7 nos diz que o sangue de Jesus é poderoso para perdoar todas as nossas transgressões.

Ele não se lembra mais de nossos pecados (Jr 31.34). Ele não leva em consideração os tempos em que errávamos em nossa ignorância (At 17.30). Ele pega os nossos pecados mais horríveis e os torna brancos como a neve e a lã (Is 1.18). Através de Cristo, nos tornamos novas criaturas (II Co 5.17).

Se você já se arrependeu de seus pecados, confessou ao Senhor, saiba que todos eles foram cancelados pelo Senhor Jesus Cristo na cruz do calvário; porque Ele é fiel e justo para perdoar todos os nossos pecados e nos purificar de toda a injustiça (I Jo 1.9).

Não fique se acusando, não permita que ninguém lhe acuse e, principalmente, não permita que o diabo lhe acuse, apontando seus erros que já foram todos cancelados pelo Senhor de sua vida. Para Jesus, não importa o que você fez no passado. Por mais grave que seja o nosso pecado, ele perdoa (exceto a blasfêmia contra o Espírito Santo, cfe Mt 12.31). Para ele é daqui para frente; precisamos caminhar rumo ao alvo e não pecar mais (Jo 8.11).

O apóstolo Paulo entendeu muito bem o perdão de Jesus; ele não ficou se lamentando de seus erros. Quantos crentes em Cristo o apóstolo Paulo perseguiu, matou, lançou na prisão, consentiu na morte de muitos (Estevão foi apenas um deles – At 8.1), mas ele teve um encontro com Jesus (Atos 9 ) e, a partir desse momento, ele se esqueceu das coisas que para trás ficaram e avançava cada vez mais para o alvo (Fp 3.13-14). Esse alvo é Jesus Cristo. Paulo caminhou de cabeça erguida, fazendo a vontade de Deus. Então, erga sua cabeça e continue anunciando as virtudes daquele que o chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (I Pe 2.9), sem olhar para o seu passado, porque tudo o que você fez de errado foi cancelado pelo Senhor Jesus Cristo.

 

Pr. Washington Cardoso é responsável pela IAP em Serra Negra (SP), na Convenção Paulista.

%d blogueiros gostam disto: