O Espírito Santo impulsiona o evangelismo

O avivamento, que normalmente é caracterizado pelo desejo de testemunhar de Cristo, amar e servir ao próximo, é um fenômeno que só se realiza do particular para o geral, isto é, do indivíduo para a comunidade, e começa sempre a partir daquele sentimento de que não vale a pena ser feliz sozinho ou sem partilhar essa felicidade com outras pessoas.

A salvação é um bem eterno, destinado a todas as pessoas. Sendo assim, não podemos conceber a idéia de uma pessoa salva não se preocupar com a salvação de outrem. Uma das formas de compartilhar a salvação é preconizada, na Bíblia, pelo apóstolo Pedro, da seguinte maneira: Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. (I Pe 2:9).

O poder que o Senhor concede ao crente, através do Espírito Santo, não teria nenhuma razão de ser, se não se fosse, de alguma forma, em favor do próximo. Foi com esse propósito que Jesus prometeu enviar o Espírito Santo da promessa.