quero falar

Esse dia especial é uma pausa no tempo humano e uma janela no tempo divino

Uma pesquisa realizada em vários países pela Associação Internacional de Controle ao Estresse indica que o brasileiro é o segundo indivíduo mais estressado do mundo; perde apenas para os japoneses, sendo que a medalha de bronze desse “pódio” fica com os americanos. No Brasil, para 70% dos entrevistados, o trabalho é a maior fonte desse problema. Os principais motivos são a pressão por resultados e o excesso de trabalho.1 De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o alto nível de estresse ligado ao trabalho é uma epidemia mundial.2
É comum ouvir pessoas definindo suas vidas como “correria”. Estão sempre agitadas e com agenda cheia. Reclamam de estar sobrecarregadas, cansadas e de correr contra o tempo. Muitos já atingiram o estado de exaustão. As pessoas estão ignorando a necessidade do descanso; por isso, há muita gente doente, que está, literalmente, morrendo de tanto trabalhar. Em resposta, os especialistas e os profissionais da saúde são unânimes em dizer: “É preciso parar e descansar!”.
Para Augusto Cury,3 esse cenário de estresse do mundo contemporâneo fica ainda mais agravado por causa da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Essa síndrome, segundo ele, é causada pelo excesso de informações e estímulos a que somos expostos diariamente, através da Televisão, da Internet (principalmente redes sociais) e de outras mídias. Cury explica que a mente recebe tanto conteúdo que é incapaz de processá-lo e, por isso, vive agitada e em alta rotação. Por não conseguir descansar a mente, as pessoas perdem o controle sobre os pensamentos e as emoções. Assim, veem-se ansiosas, irritadas, excessivamente cansadas, com insônia e outros problemas psicossomáticos.4
De fato, vivemos em meio a uma geração cansada, estressada e emocionalmente enferma. Nesse contexto, é magnífico saber que nosso Criador nos mandou descansar. Ele estabeleceu um dia especial para isso: o sétimo dia da semana. A mensagem do sábado continua necessária e atual, pois pode consistir num escape desse cenário caótico. Após seis dias de trabalho, temos um dia para acalmar o coração e refazer as forças. É um dia de adoração, reflexão, comunhão e alegria. Uma parada para relaxar, descontrair e se renovar.
O sábado é um oásis no deserto, um dia sem estresse, uma ilha tranquila num mar agitado. Esse dia é um “santuário no tempo”.5 É uma pausa no tempo humano (cronos) e uma janela para o tempo divino (kairós). É um momento para o Senhor e para nos alegrarmos nele (Is 58:13-14). Somos convidados a nos afastarmos das atividades diárias e do trabalho físico e nos reconectarmos ao Criador, buscando uma comunhão pessoal e íntima com ele. É um tempo para sermos tratados e curados em nossas emoções e em nossa espiritualidade.
Mais do que nunca, a ordem Lembra-te do dia de sábado (Êx 20:8) precisa ser ouvida e obedecida, pois as pessoas, de forma geral, estão se esquecendo do descanso. Contudo, esse tem sido um mandamento esquecido pela maioria dos cristãos, embora seja tão evidente na Bíblia. É verdade que, atualmente, há vários autores reconhecendo a necessidade de guardar o sábado, mas negando a forma bíblica de guardá-lo. Alguns afirmam que o domingo é o sábado cristão. Será? Outros dizem que basta escolher um dia, durante a semana, para descansar; assim, qualquer dia pode ser “sábado”. Será?
A Bíblia é clara com relação ao dia do Senhor. Deixa evidente como guardá-lo e porque guardá-lo. Lá no Éden, Deus estabeleceu um modelo para nós, ao descansar, abençoar e santificar o sétimo dia (Gn 2:2-3). Sendo o Senhor do tempo, estabeleceu como deve ser o seu ciclo regular, seguindo a ordem da semana: em seis dias se trabalha e em um dia se descansa. Este descanso especial não pode ser em qualquer dia, mas, sim, no sétimo dia (Êx 20:8). Com base nesse modelo, podemos dizer que viver de acordo com a vontade do Senhor “equivaleria a trabalhar arduamente e depois descansar santamente”.6
O sábado é o único dia que tem nome na Bíblia, pois o Senhor fez dele um dia separado para a comunhão, dedicado ao culto e marcado pela alegria, pelo contentamento e pela confraternização. Deus ama os seus filhos e deseja ter um relacionamento próximo e intenso com eles. Todo relacionamento precisa de tempo de qualidade. O amor precisa de tempo de qualidade para se desenvolver. Os pais, mesmo que vejam seus filhos todos dias, precisam dedicar um momento especial para estar mais próximos deles e fortalecer o vínculo com eles. Para nos relacionarmos com o nosso Criador e Pai, ele nos deu o sábado. Em todos os dias estamos com ele, mas, no sábado, nós lhes damos exclusividade.
É fundamental recordarmos o significado e o propósito desse mandamento, para não corrermos o risco de o negligenciarmos ou de o guardarmos só por tradição.
A série de lições que estamos estudando neste trimestre – O Sábado – trata da importância do sábado para os cristãos, e faz isso através de argumentos sólidos, pois, além de relembrar a origem, o significado e os benefícios do descanso no sétimo dia, também prova que Jesus não aboliu o quarto mandamento da lei de Deus: tanto ele quanto os apóstolos e a igreja primitiva guardaram fielmente o sábado. Portanto, este continua em vigor.
Cremos que a cruz não aboliu o quarto mandamento e a salvação pela graça não nos isenta de obedecer à lei de Deus. Esse santo dia aponta para o amor e o cuidado de Deus por nós. Foi dado para ser bênção em nossas vidas. Infelizmente, muita gente despreza essa bênção. Mas você pode desfrutar do descanso que o Criador lhe oferece e, assim, encontrar refrigério e alento em dias de agitação.
Àquele que até do sábado é Senhor (Mc 2:28), sejam dados a honra, a glória e o louvor, pelos séculos dos séculos. Amém!

Pr. Alan Pereira Rocha, diretor do Ministério de Ensino da IAP


1Brasileiro é segundo mais estressado do mundo. Disponível em: <http://www.ismabrasil.com.br/img/estresse52.pdf>. Acesso em: 19 de julho de 2018.
2OMS e a saúde mental de funcionários no ambiente trabalho. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/oms-empresas-devem-promover-saude-mental-de-funcionarios-no-ambiente-trabalho/>. Acesso em: 19 de julho 2018.
3 Cury (2014:103-104)
4 ibidem, p.100
5 Heschel (2014:41)
6 Eberhart (2014:24)

10/10/2018

Sábado, nosso oásis no deserto

Esse dia especial é uma pausa no tempo humano e uma janela no tempo divino Uma pesquisa realizada em vários países pela Associação Internacional de Controle […]
27/09/2018

Você é grato?

A benção do Senhor se revela em coisas simples, do nosso cotidiano “Assim diz o Senhor: Como quando se acha mosto num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, […]
23/08/2018

Conflitar ou convergir?

Uma geração pode aprender com a outra, se houver disposição Michael Joseph Jackson foi um artista fantástico, cantor, dançarino, coreógrafo, porém, devido aos traumas e conflitos […]
22/08/2018

Não afunde

Olhe para Cristo e saia da sua zona de conforto “Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar. Quando o viram andando sobre o […]