Tempo de mudança

Esse processo pode ser um presente de Deus para aprofundar nosso relacionamento pessoal com ele

 Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir, tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar, tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter, tempo de procurar e tempo de desistir, tempo de guardar e tempo de lançar fora, tempo de rasgar e tempo de costurar, tempo de calar e tempo de falar, tempo de amar e tempo de odiar, tempo de lutar e tempo de viver em paz.” (Eclesiastes 3:1-8)

Na vida de todo o ser humano, as mudanças são inevitáveis. Todos nós passamos por vários tipos de mudanças durante a nossa existência. Para muitas pessoas o cotidiano, a experiência e até mesmo o conhecimento concedem segurança; mas a mudança, por sua vez é extremamente desconfortável, podendo gerar dúvidas, incertezas e frustrações. Isso acontece pois ninguém consegue saber o que acontecerá depois de uma grande mudança. Dessa forma, a reação das pessoas diante de uma mudança é diferente podendo até mesmo, às vezes, faltar confiança durante o período de transição. A solução para toda essa insegurança é a fé em Cristo Jesus e a obediência à Sua palavra.

A nossa vida está em contato quase constante com a mudança: casamento, filhos, doenças, profissão, mudança de moradia, aposentadoria (somente para citar alguns exemplos). Algumas dessas transformações são voluntárias; outras, forçadas pelas situações. Algumas nos deixam alegres; outras, muito nos entristecem. No entanto, a Bíblia Sagrada é categórica ao afirmar que todas as mudanças podem se tornar experiências fortalecedoras para os que se colocam sob a autoridade e senhorio de Deus.

Quando as circunstâncias estão mudando, o homem pode confiar no Senhor para receber força, orientação e persistência. Deus nunca muda (Hebreus 1: 10-12). Podemos confiar num Deus soberano e amoroso para ordenar todos os acontecimentos de nossa vida conforme a Sua vontade, mesmo em momentos de transição. A mudança pode ser também um presente de Deus para acrescentar, aprofundar e ampliar o nosso relacionamento pessoal com ele. Além disso, por meio dessas transformações em nossa vida podemos sempre lembrar que Deus é fiel ontem, hoje e sempre (Hb 13:8)!

 

 

Dsa. Claudia Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Departamento Infanto Juvenil Regional.

%d blogueiros gostam disto: