Tinha um poste no meio do caminho

O temporal em Belo Horizonte mostrou um grande livramento de Deus! 

 

Na segunda-feira (12/12/11), Belo Horizonte passou por um terrível temporal. Segundo os especialistas em meteorologia, choveu o equivalente a dez dias. O Portal G1 noticiou o fato e coletou o depoimento das pessoas que tiveram o carro em que estavam arrastado por uma enxurrada, causada pela tempestade. “A gerente de uma corretora de imóveis Edvânia Pinheiro de Faria, de 36 anos, era uma das cinco pessoas que estavam dentro do carro arrastado pela enxurrada em Belo Horizonte na noite desta segunda-feira (12). Os dois filhos dela, um de um ano e oito meses e outro de quatro anos, o irmão dela e mais uma adolescente também estavam no veículo. “Nós nascemos de novo. Foi tudo muito rápido. Eu só pedia para salvar os meus filhos. Achei que todos iam morrer”, disse Edvânia.”

Mais emocionante foi o que Edvânia disse à reportagem do Jornal Nacional, de que  Deus havia salvado ela e sua família. Ainda segundo o G1: “Eles foram resgatados com a ajuda de um funcionário de uma oficina, que usou uma corda para salvar a família. Um homem que estava no local registrou as imagens do desespero da família e disse que parou de gravar para auxiliar no resgate. A ajuda da adolescente, conta Edvânia, também foi decisiva. Mesmo no momento de desespero, ela conseguiu reanimar uma das crianças, que havia bebido água.” O G1 ainda informou que o irmão de Edvânia, que trabalha na Defesa Civil e estava presente no carro, ajudou a retirar todos no carro e jogou o carro contra o poste.

Poderíamos até nos lembrar da poesia de Carlos Drummond de Andrade “tinha uma pedra no meio do caminho”. Nesse caso “tinha um poste no meio do caminho”, nesse caso um “poste divino”, é possível afirmarmos que a mão do Senhor esteve lá! Afinal, tudo que acontece de bom vem de Deus. Olha o que Tiago diz: “Tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vem do céu, vem de Deus, o Criador das luzes do céu. Ele não muda, nem varia de posição, o que causaria a escuridão.” (1.17 NTLH).

Deus sempre surpreende, de coisas que parecem insignificantes, Ele, com Sua maestria consegue produzir grandes benefícios a vida humana. O salmista descobriu isso, olha só o que ele fala no Salmo 118.22-23: “A pedra que os construtores rejeitaram veio a ser a mais importante de todas. Isso foi feito pelo SENHOR e é uma coisa maravilhosa!”. Os construtores podem ser aqueles de Israel que rejeitaram o Messias, a saber, Jesus Cristo. A Pedra que um dia todos nós, salvos pela fé em Jesus, encontramos. Andávamos no caminho da maldade e dos desejos nossos e de Satanás (veja na Bíblia Efésios 2.1-3), mas em Cristo fomos e somos salvos (Efésios 2.4-10).

Deus surpreende, pois o fato de Jesus morrer num instrumento de tortura romana e atrás desse episódio nos salvar é loucura e escândalo, como nos diz a Bíblia: “Porque tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios; mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens” (1 Coríntios 1.22-25).   Por isso, Deus usa coisas inimagináveis, como a pedra rejeitada por quem achava que entedia do assunto (os construtores), o poste para parar o carro com a família em Belo Horizonte. Deus é aquele que nos salva do pecado e dos perigos! E na sua vida o que Ele usou?

Andrei C. S. Soares é missionário da IAP em Igarapé-Açu (PA).