Ufa

“Vinde a mim todos os que estais cansados… e achareis descanso para as vossas almas” (Mt 11.28,29)

Ufa! Neste mundo em que vivemos, descansar parece algo impossível! É como se não tivéssemos esse direito em meio a tanta agitação. Trabalho, estudos, família, igreja, trânsito, tudo isso, não necessariamente nesta mesma ordem, e às vezes mais de uma coisa ao mesmo tempo. Vivemos cada vez mais cansados!

Agora, se é quase impossível descansar o corpo, como obter descanso para a alma? Afinal, ainda que fisicamente cansados, precisamos de paz em meio aos tumultos diários, de serenidade em meio à correria, de sabedoria diante dos inúmeros desafios propostos a nós, de estrutura emocional diante da exposição às mais variadas formas de estresse.

Diante do texto acima, constatamos a relação inversa entre a arrogância humana e o descanso proposto por Cristo. Jesus convida ao descanso aqueles que não são suficientemente sábios, aqueles que não são suficientemente fortes, aqueles que não são suficientemente santos. O convite ao descanso não é para os arrogantes, exaustos em sua autossuficiência e independência relacional e espiritual. Seu chamado é para os pequeninos, limitados em força e poder, aqueles que se cansaram de tentar carregar sozinhos os fardos da vida, que desistiram de declarar que não precisam de nada e ninguém, que entenderam que só Jesus pode renovar suas forças, que Ele é a fonte de suas energias, o que anima e encoraja a prosseguir.

Ah, como precisamos de alivio para alma! Esse alívio pode ser também do legalismo religioso, da religiosidade aparente, do pecado em oculto, da consciência acusadora, do coração amargurado, da lembrança frustrante, da tragédia que não se apaga, da decepção não esquecida, da traição que ainda dói.

Cristo te diz: “Venha!” Ainda que exausto… “e encontrareis descanso para a alma”. Entregue sua vida a Jesus e enquanto isso, descanse! Em Cristo, há alívio!

%d blogueiros gostam disto: