Um casal diferente

Companheirismo até as últimas conseqüências

“Saúdem Priscila e Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus. Arriscaram a vida por mim. Sou grato a eles; não apenas eu, mas todas as igrejas dos gentios. Saúdem também a igreja que se reúne na casa deles.” (Rm 16: 3-5)

Quem já ouviu falar de um seriado de TV chamado “Casal 20”, que era  transmitido na década de 80? Esse programa destacava a figura de um casal  bem relacionado, que desenvolvia um papel interessante e emocionante, pois tentava combater vários crimes. A série “Casal 20” fez tanto sucesso que essa expressão começou a ser utilizada também para definir casais que possuíam um bom relacionamento, que fazem diferença em sua comunidade e que contribuem para o desenvolvimento humano. Da mesma forma, é possível percebermos a presença de casais de cristãos, de missionários e de servos de Cristo que trabalham no Brasil e até mesmo no exterior, contribuindo dessa maneira para o crescimento do Reino de Deus.

Aproveitando essa ideia, podemos observar na Bíblia um casal que desenvolveu uma missão de extrema importância para o estabelecimento de igrejas nas cidades de Éfeso, de Corinto e de Roma: Priscila e Áquila. Priscila ou Prisca era uma senhora romana de grande prestígio, sendo mencionada no Novo Testamento sempre junto com seu esposo, Áquila. Esse casal certamente se constituiu num instrumento fundamental, escolhido e preparado por Deus para contribuir com o Reino de Deus e com sua obra! Priscila e Áquila são um exemplo de casal cristão para todos nós que desejamos (juntamente com nossos namorados, noivos e cônjuges) fazer diferença por meio do testemunho de Cristo. Vamos refletir sobre alguns aspectos que caracterizaram a vida e o trabalho desenvolvido por esse casal abençoado.

Em primeiro lugar, Priscila e Áquila eram profundos conhecedores das Escrituras Sagradas. Em virtude disso, esse casal ensinava e colocava em prática os ensinamentos divinos, o que contribuiu decisivamente para o crescimento espiritual de outras pessoas, como por exemplo, Apolo (At 18: 26). Essa atitude deles demonstra sua preocupação com os outros, pois Priscila e Áquila transmitiram a esse homem os ensinos bíblicos indispensáveis para sua carreira cristã. Vamos refletir nesse ponto: nosso namoro, nosso noivado ou nosso casamento tem impactado a vida de outras pessoas? Temos sido instrumentos nas mãos do Senhor para conversão e discipulado de outros casais?

Outro aspecto interessante pode ser observado no relato de Paulo em Romanos 16: 4. Nele, podemos ler a seguinte frase: “Arriscaram a vida por mim.” Traduzida, literalmente, essa expressão indica: “Expuseram seus pescoços”, indicando que Priscila e Áquila, em mais de uma ocasião, poderiam ter sido mortos em meio às tribulações e às perseguições sofridas por Paulo. Isso aponta para um profundo conhecimento de fidelidade ao Reino de Deus, a ponto de demonstrar um companheirismo até as últimas consequências. Esse casal é ou não é um grande exemplo de fidelidade a Deus, de renúncia e desprendimento e um grande incentivo para outros casais que servem a Deus? Até que ponto estamos dispostos a nos sacrificar por amor e em defesa do Evangelho de salvação de Cristo Jesus?

O último aspecto observado nesse “Casal 20” é que eles possuíam uma grande disposição para ajudar a igreja de Cristo. Romanos 16: 5 esclarece que a própria casa deles transformou-se em lugar de reuniões da Igreja. Além disso, Priscila e Áquila apoiavam e davam suporte ao apóstolo Paulo, auxiliando no desenvolvimento do seu trabalho. E nosso namoro, nosso noivado e nosso casamento? Como casais, temos utilizado nossos bens, nosso tempo e nossos dons e talentos para ajudar a Igreja de Cristo? Que possamos aprender com esse casal que não mediu esforços para auxiliar e contribuir para o Reino de Deus.

Dsa. Cláudia dos Santos Duarte congrega na IAP em Votuporanga (SP) e é diretora do Dijap da Convenção Noroeste Paulista.

%d blogueiros gostam disto: