Um grave situação, piorada por um acidente

Um grave situação, piorada por um acidente

Para os médicos, o bebê só estaria restabelecido por volta dos 12 anos, mas aos quatro, sua pele estava completamente limpa

A notícia da chegada do bebê veio acompanhada de grande apreensão para o irmão Luis Messias de Souza, da IAP de Campo Mourão (PR). Seu filho, Luis Henrique, era portador de grandes tumores nas costas, uma infecção muito grave que, segundo os médicos, só começaria a desaparecer por volta dos 12 anos de idade.

Mas Deus tinha um plano diferente. Ele ficou quinze dias internado e quando os pais finalmente puderam o levar para casa, alguns dias depois, um terrível acidente doméstico aconteceu, agravando a situação. A mãe estava amamentando Luis Henrique, quando foi tomar uma xícara de chá, porém a tampa da garrafa térmica escapou e todo o líquido quente caiu sobre o corpinho do bebê!

Desesperados, os pais o levaram ao hospital, onde os médicos constataram queimaduras de terceiro grau e foram categóricos quanto ao agravamento do quadro de Luis Henrique. Toda a igreja se colocou de joelhos diante do Senhor, implorando por um milagre. O Senhor ouviu a oração do seu povo e, após 15 dias, o bebê estava com alta clínica, e em casa, sua recuperação foi notória, a cada dia. Por volta dos quatro anos, as feridas estavam completamente cicatrizadas, para glória do Senhor! Hoje, aos oito anos, Luis Henrique é um menino saudável e feliz, um testemunho incontestável do que faz o Deus do impossível.

%d blogueiros gostam disto: