Um Ministério Santo para o Deus Santo

Um Ministério Santo para o Deus Santo

Vinte e cinco casais em busca de “Um Ministério Santo para o Deus Santo” se reuniram em Manaus (AM), nos dias 2 e 3 de julho, para o Congresso Ministerial. A graça de Cristo se manifestou, trazendo reflexão, quebrantamento e edificação a todos os presentes. Vários participantes percorreram longas distâncias em embarcações, em busca do crescimento ministerial e familiar. As avaliações do evento, algumas emocionadas, retratam como valeu a pena o esforço pelo reino de Deus.

“Compartilhamos dificuldades, esclarecemos dúvidas e fomos edificados em cada assunto abordado”, escreveu um participante. “Foi edificante para minha vida espiritual e familiar, pretendo colocar em prática tudo o que aprendi”, registrou uma jovem esposa. Um pastor assim definiu o evento: “Deus tem nos amado, prova desse amor está refletida através desse Congresso. Ele sabe todas as coisas e não faz nada sem propósito”.

A Diretoria da Convenção Amazônica, liderada pelo Pr. Alfredo Viana, procurou oferecer o melhor aos participantes, escolhendo um local agradável no centro da cidade, de onde os casais podiam acessar o auditório das palestras com uma curta e agradável caminhada. Praças e prédios históricos enchiam os olhos dos caminhantes.
Os palestrantes foram o Pr. Aldo de Oliveira, diretor do Departamento Ministerial, e sua esposa, Dsa. Lilian Mendes, que abordaram os temas: “O Chamado do Pastor”, “A Família do Pastor”, “O Pastor e a Igreja” e “O Pastor e o Mundo”.

No domingo pela manhã, homens e mulheres, em separado, tiveram a oportunidade de refletir e se manifestarem sobre o necessário equilíbrio entre o trabalho cristão e a família. Como sempre ocorre, confissões e desabafos diante do Senhor resultaram num momento propício para que os casais encerrassem orando juntos aos pés de Cristo, pedindo dele a graça e sabedoria para lidarem com os diversos papéis.

Lembramos que o casal escalado para ministrar em Manaus seria o Pr. Efraim Teixeira e sua esposa, Dsa. Deusa Oliveira, que foram impedidos devido à enfermidade dela, por quem continuamos pedindo as orações de toda a igreja.

%d blogueiros gostam disto: