Um ombro amigo

O apóstolo Paulo encontrou em Onesíforo alguém que o animou muitas vezes

Quando lemos a Bíblia, em 2 Timóteo 1.1-16, encontramos um nome que é citado apenas neste texto: Onesíforo, um homem de nome pouco comum, teve fundamental importância na vida de Paulo.

Todos conhecemos Paulo: apóstolo, homem temente a Deus, ousado, corajoso, entre outras qualidades, mas quem poderia imaginar que esse homem tão cheio do Espírito Santo tivesse passado por momentos de desânimo?  É nesse momento que entra o papel fundamental de Onesíforo. “O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes ele me reanimou” (2 Tm1:16).

Por muitas vezes, Paulo esteve desanimado, seja por cansaço físico, decepções, tristezas, solidão. Ele teve que viver escondido, foi preso e, em quaisquer dessas situações, seu amigo o procurava para encorajá-lo, animá-lo e servi-lo no que fosse necessário.

Em um mundo tão egoísta e mesquinho, onde cada dia mais as relações são virtuais e não reais, baseadas na reciprocidade e não na abnegação, Deus quer levantar “Onesíforos”, homens e mulheres que se dispõem a servir, amar e cuidar de pessoas.

Não desista do seu marido, dos seus filhos, da sua “amiga complicada”, de um parente querido! Todos passamos por momentos difíceis de tristeza, dor, desânimo, solidão, questionamentos etc.

Que sejamos impulsionados por Deus a sair da nossa zona de conforto e, cheios de compaixão, fazer a diferença na vida das pessoas que estão a nossa volta, consolando, animando, encorajando e levando para perto do Senhor, porque um verdadeiro amigo, assim faz!

 

Danúbia Guarnieri é missionária da IAP na Argentina

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: