Viva a vida breve

Tempo para tudo – para nascer e morrer

Nessa vida tudo tem sua hora. Existe um tempo certo para tudo: “há hora de nascer e hora de morrer “(Ec 3.2). Você sabe como e quando chegou aqui. Não sabe, porém, como e quando vai partir daqui. Apenas quem teceu você no útero da sua mãe está por dentro desse “quando”.

Está dito, em certo lugar da Bíblia, que todos os dias determinados para você viver foram escritos no livro de Deus, pelo próprio Deus, antes de qualquer deles existir. Alguns têm mais dias. Outros, menos dias. Uma coisa, porém, é fato: a vida é breve para todos.

Alguém até pode tornar a própria vida mais breve ainda. Os que se acham doentes das emoções – que pensam ser melhor morrer do que viver – o fazem com as próprias mãos. Mas não existe a menor chance de alguém fazer o oposto: alongar a própria vida com as próprias mãos.

Quando chega a hora de morrer, “tanto morre o sábio, quanto morre o tolo” (Ec. 2:16). Todos são pó, e ao pó todos tornarão. E quem morre, morto fica (Ec. 9:6). Mas sabe o que acho legal no texto que serve de base para esse post e para os demais textos, que virão pela frente?

Ele fala da hora de nascer e da hora de morrer, mas não para por aí. Segue em frente. Fala da outras horas, que ficam entre uma hora e a outra, a de nascer e a de morrer. Fala da hora de plantar, da hora de colher, da hora chorar, da hora de sorrir, da hora de construir.

Fala, ainda, da hora de abraçar, da hora de ganhar, da hora de falar, da hora de calar. Enfim, fala da hora de viver. O texto nos chama a viver a vida breve. O texto em questão está de acordo com os outros textos da Bíblia. A Bíblia fala da morte, mas não fala mais da morte do que da vida.

O autor final deste livro, e dos outros que compõem a Bíblia, é Deus, o Deus da vida. O tema do Deus da Bíblia é a vida. O Deus da Bíblia não tem prazer na morte, nem na morte do ímpio, nem na morte do justo. O Deus da Bíblia tem prazer mesmo é na vida.

O Deus da vida enviou o seu Filho amado ao mundo, para que todos tenham vida, e vida com abundância. Jesus não é apenas o caminho e a verdade. Jesus é a vida. Quem crê nele, ainda que esteja morto viverá. E quem vive e crê nele nunca morrerá eternamente.

As palavras de Jesus são palavras de vida. A água que Jesus oferece é água viva. E o seu pão é o pão da vida. Por que insisto no tema da vida? Porque já existe muita gente se ocupando com o tema da morte. Tem gente que não pensa noutra coisa senão na morte.

A morte virou ideia fixa. Não é à toa que muita gente ama a morte e odeia a vida. Vamos, então, cantar a vida, pregar a vida, ensinar a vida e, claro, viver a vida, contente em toda e qualquer situação. A vida é breve, mas sempre vale a pena vivê-la.

Pr. Genilson Soares é responsável pela IAP em Vila Camargo (Curitiba – PR).