Você é grato?

A benção do Senhor se revela em coisas simples, do nosso cotidiano

“Assim diz o Senhor: Como quando se acha mosto num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele, assim farei por amor de meus servos, que não os destrua a todos”  Isaías 65.8.

A benção do Senhor em coisas simples, como em um cacho de uvas, pode ser ampliada nas coisas que cotidianamente comemos, saboreamos e não damos graças a Deus, pois são muito comuns. Em muitos casos, até desperdiçamos o precioso alimento com suas fontes de vitaminas e sais minerais.

É sabido por nós que o desperdício do que se planta e do que se colhe no nosso país  é muito grande. A revista Veja publicou há algum tempo uma reportagem que afirmava que a terra produz alimentos que dariam para alimentar a população mundial 23 vezes. Então a benção de Deus é mal administrada pelos homens.

A comida, a bebida, segundo o profeta, alegraria o povo de Deus, Ele próprio estaria providenciando aos fiéis (Is 65.13) Estes deveriam aproveitar a benção de Deus nas coisas simples, com os nutrientes necessários à boa saúde.

Viva uma vida simples: “… vivei a vida comum do lar, com discernimento” (1 Pe 3.7). Quando uma pessoa fica impossibilitada fisicamente, as coisas que ela praticava normalmente, o que mais sentirá falta, serão as coisas corriqueiras e simples. Valorize o sabor que Deus traz à sua vida, viva com qualidade.

Quando servimos a este Deus Todo Poderoso, que se revela por Jesus Cristo, que tomou a forma de servo para vir até nós, em um cacho de uvas encontramos motivos para dar graças pela benção saborosa. Glorificamos a Ele e dizemos: “quão variadas são as obras do Senhor. Elas são manifestas nas coisas simples do nosso cotidiano.”
Pondere agora: pelo que você deve dar graças?

Pr. Omar Figueiredo congrega na IAP em Pq. Edu Chaves (São Paulo, SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.