Você já agradeceu hoje?

Não seja como aqueles que pedem muito e agradecem pouco

 

“Jesus continuava viajando para Jerusalém e passou entre as regiões da Samaria e da Galiléia. Quando estava entrando no povoado, dez leprosos foram se encontrar com ele. Eles pararam de longe e gritaram: “Jesus, Mestre, tenha pena de nós! Jesus os viu e disse: Vão e peçam aos sacerdotes que examinem vocês. Quando iam pelo caminho, eles foram curados. E, quando um deles, que era samaritano, viu que estava curado, voltou louvando a Deus em voz alta. Ajoelhou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Jesus disse: Os homens que foram curados eram dez. Onde estão os outros nove? Por que somente este estrangeiro voltou para louvar a Deus? E Jesus disse a ele: “Levante-se e vá. Você está curado porque teve fé.” (Lucas 17: 11-19).

Nessa narrativa bíblica observamos a cura de dez leprosos. Dez homens que sofriam de uma doença grave, que fazia com que eles tivessem uma vida extremamente limitada. Um leproso não poderia entrar no templo do Senhor, não poderia ter qualquer convívio com a sua família e amigos. Sendo assim, os leprosos eram totalmente isolados de suas casas, vivendo fora de suas cidades. Além disso, se qualquer pessoa se aproximasse deles, essas pessoas deveriam gritar “Impuro!” para que não houvesse proximidade de espécie alguma.

Essa era, então, a situação em que esses homens viviam: totalmente à margem da sociedade. Mas, num belo dia eles ouviram falar de Jesus, de suas curas e milagres e foram ao encontro do Mestre, cheios de esperança. Eles devem ter se perguntado: Será que Ele pode nos curar? E Jesus, por meio de sua infinita misericórdia os curou.

Porém, o que chama atenção é o fato de somente um leproso ter voltado para agradecer a Cristo pela cura. Todos receberam a bênção de Deus, mas somente um voltou para agradecer. E será que isso também não acontece conosco? Nós estamos desesperados, angustiados, nos sentindo derrotados; clamamos a Deus por uma cura, uma libertação, um consolo, Deus atende a nossa oração e nós sequer nos lembramos de agradecer a Ele por tudo o que nos proporcionou. Vivemos numa geração que pede muito e agradece muito pouco. Pede cura, pede bênção material, pede libertação, mas se esquece de agradecer pela vida, pela família e por tantos outros benefícios que o Senhor concede dia a dia.

É muito importante que nós oremos pedindo e intercedendo ao Senhor, porém, é fundamental que possamos reconhecer que tudo o que temos vem das mãos de Deus, por isso Ele é digno da nossa gratidão. Agradeça a Jesus por sua  vida, por sua família e por tudo que ele tem lhe proporcionado.

 

Pr. Fernando dos Santos Duarte é responsável pela IAP em Votuporanga (SP) e diretor financeiro da Convenção Noroeste Paulista.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: