Faça da sua vida sua missão!

Não podemos ser indiferentes aos sofrimentos de toda uma geração

 

“Aguardo ansiosamente e espero que em nada serei envergonhado. Pelo contrário, com toda a determinação de sempre, também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida quer pela morte;  porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Caso continue vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho. E já não sei o que escolher! Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor; contudo, é mais necessário, por causa de vocês, que eu permaneça no corpo.” (Fp 1.20-24).

A intensidade, a completa entrega e a certeza demonstrada nesses versos por um apóstolo já velho e desgastado, mas de alma ardente e flamejante em vívida luz do evangelho, que brilha intensamente em seu íntimo. Nem a ideia da morte faz com que diminua sua missão de realizar seu trabalho. Ele diz: “Caso continue vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho”. Um dos grandes homens que fez do seu amor por Cristo, sua missão!

Esses versos não constrangem você? Não faz pulsar seu espírito? Pois eu fico constrangido e ao mesmo tempo contagiado e de espírito pulsante ao ler estes versos, simples, sinceros e intensos, de alguém que realmente entendeu e viveu seu proposito. Não tendo uma missão na vida, mas fazendo de sua vida sua missão! O pr. Martin Luther King Jr. confirmou essas palavras quando disse: “Quem não tem uma causa pela qual morrer não tem motivo para viver.”.

O apóstolo Paulo foi o grande missionário da sua geração. E cada geração  tem a responsabilidade de responder aos desafios do seu próprio tempo e desenvolver a missão em sua cultura.

Estar envolvido em missões vai muito além de entregar panfletos e dizer para os outros: “Deus tem um propósito em sua vida”. Vai muito mais além de enfeitar a igreja em setembro com bandeiras, realizar cultos temáticos com louvores preparados, peça de teatro e jograis. Jesus nos deu uma missão: “Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16).

Missões envolvem amar nossos irmãos e trabalharmos juntos em um propósito, não devendo nada a ninguém, exceto o amor. Vamos começar a fazer missões quando amarmos a Deus acima de tudo, a nós mesmos, e a nossa família. Pois, sem amor não se faz missões! Será meu amor por Cristo o combustível da minha missão!

Escute essa história: “Deus leva o profeta Jonas acima de um monte e lá o profeta fica para assistir a morte e a destruição de toda uma geração”. Depois Deus faz com que uma planta nasça e dê conforto a Jonas, dando-lhe sombra, e o profeta se alegra. Mas com a morte da planta ele se irrita e, indignado, reclama a Deus sobre o motivo disso. Deus lhe responde assim: “Como você pode se importar mais com uma planta do que com centenas de vidas que se perdem e não sabem distinguir o certo do errado, e por isso sofrem tanto? Não sente a dor delas? Saiba, eu as amo muito.”

Por vezes, estamos como o profeta, descansado, de alma magoada e indiferente aos sofrimentos de alma de toda uma geração, que se importa mais com plantas do que com pessoas. Vamos nos lembrar que nosso amor por Cristo é a nossa missão!

 

Últimas notícias

Instale o APP

vin_aplictaivo_250px
Estude as Lições Bíblicas a partir do seu celular. Instale o aplicativo, conheça e divulgue para os seus amigos.

google-play  app-store

logo