Primeira turma promessista de Libras on-line forma-se na Convenção Paulistana

Nem só de notícias ruins foi o pesado ano de 2020. Algumas das boas notícias vêm das igrejas adventistas da promessa da Convenção Paulistana. Por meio de seu Ministério Feminino Regional, foram formadas 36 mulheres, no curso para iniciantes na Língua Brasileira de Sinais (Libras), ofertado gratuitamente e com apoio da convenção regional. É a primeira vez que uma turma de Libras é formada assim, na história dos promessistas.

A formatura simbólica ocorreu dia 18 de dezembro, com entrega de certificado virtual e pregação do pastor Daniel Pereira da Cruz, surdo da IAP de Vila Medeiros, que as motivou a progredir nesse conhecimento. Também participaram do evento virtual: o superintendente Regional da Convenção Paulistana, Pr. Cícero Alves da Silva, a diretora do Ministério de Mulheres Regional e idealizadora do projeto, Dsa. Gislaine Cuenca Neves, e a diretora da Secretaria de Inclusão da Convenção Geral da IAP, Juliana Menezes Duque José.

Segundo a Dsa. Gislaine, “o curso aconteceu por meio da plataforma virtual Zoom, com o número inicial de 66 matriculadas. As reuniões aconteciam uma vez por semana, tendo a duração de três meses de aulas, sendo 40 horas de estudos: 20h on-line/práticas e 20h de atividades complementares, colocadas em uma plataforma remota”.

Diante de vários desafios postos às mulheres da Convenção Paulistana, foi verificada a necessidade da inclusão, que está inserida na ideia de unidade, segundo a Dsa. Gislaine, e que contempla um dos valores gerais promessistas, trabalhados na gestão 2020-2023, de Unidade, Missão e Avivamento. Então, foi criado o projeto “Jovens mulheres”, que contou com as facilitadoras Brenna Leal e Priscila Justino, intérpretes de Libras e participantes de projetos da Convenção Geral, como as lições e as lives. A meta do projeto é alcançar as 47 igrejas da Convenção com mulheres que saibam LIBRAS, pelo menos, na fase inicial.

 

Um longo caminho até a formatura

Para chegar a todo o resultado obtido, houve um longo caminho pela frente: um preparo de dois meses na formulação do projeto; um mês de inscrições com 60 vagas limitadas, e o ingresso de 66 mulheres no curso, com idade entre 13 e 60 anos, e uma média de 36 anos. Como em todo processo formacional, houve desistências, dificuldades e falta de identificação por parte de algumas alunas.

Mas o curso seguiu durante três meses, até sua última aula, no dia 12 de dezembro, com 36 alunas, que tiveram de apresentar uma música em libras, com a presença de surdos, em quase todas as aulas, para verificarem o andamento do progresso de formação delas. Um destaque desse período foi a atuação das professoras que foram além das aulas no Zoom.  Dsa. Gislaine conta que, “além de ofertarem conhecimento, Brenna e Priscila atuavam na preparação do material didático, na correção de atividades e integração por meio de grupo no WhatsApp, para tirar dúvidas. Foram três meses intensos, vendo o desenvolvimento relevante das alunas”, revela a diretora.

No último dia de aula, as alunas tiverem de interpretar uma música. Elas tiveram um preparo especial para isso, com a secretária Natália Cristian, da Secretaria de Inclusão da Convenção Geral. Ela trouxe uma aula de musicalização preparatória antes da apresentação das alunas e na formatura, interpretou e traduziu para o português, a mensagem do Pb Daniel. Elas foram avaliadas pelo Pr. Sandro Vinicius dos Santos (surdo) e sua esposa, a intérprete Dsa. Sara Lopes Santos, e pela surda Tatiana Oliveira Cerqueira, da IAP de Edu Chaves, que deram as notas às estudantes para o trabalho final da classe.

Na avaliação da diretora do Ministério de Mulheres regional, várias alunas se destacaram, e uma delas, a oradora da turma, Edna Pinho Jesus, em parte de seu discurso, e já aplicou o conhecimento adquirido, e ganhou uma camiseta do ministério. Dsa. Gislaine vê com emoção o projeto realizado na convenção e já vislumbra, pela empolgação das participantes, outras etapas: “Damos apenas o primeiro passo, e elas já pedem o intermediário. Espero que, a partir daí, consigamos não só mulheres, mas homens, crianças e mais jovens”.

epic_module_block_1-3
epic_module_block_21-2
epic_module_element_header-3

Versão Digital

vin_aplictaivo_250px

ATENÇÃO: A forma de distribuição do conteúdo das Lições Bíblicas em formato digital mudou. Leia o AVISO para mais informações.

logo