Em guerra – A busca da excelência

Revesti-vos de toda a armadura de Deus…” – Ef 6.11

Como soldados de Cristo devemos buscar o melhor. Não podemos desprezar nenhum detalhe da armadura. Temos que considerar:
Primeiro, que a armadura é de Deus. O primeiro passo é sempre o Divino. Ele nos chama, nos capacita e disponibiliza as condições para vencermos. Isto é demonstração clara da graça de Deus. A armadura é doação do Senhor. A compreensão disso nos faz servos humildes, sabendo que todo dom perfeito vem do alto, do nosso Pai – Tg 1.17, e o Ministério só tem sentido quando é exercido em lealdade e para a glória dEle.
Segundo, aceitar o que Deus oferece – Revesti-vos. Esta é a nossa parte. Quem nos convoca oferece as armas certas. Antes do campo de batalha, a armadura. Acima das vestes visíveis, as invisíveis, das humanas, as espirituais. Não podemos sair de qualquer forma, achando que o nosso comissionamento, por si próprio, nos fará vitoriosos. Que apenas a nossa reflexão teológica será suficiente para nos sustentar.
Terceiro, a busca da excelência – “toda a armadura”. Deus oferece uma armadura completa, não devemos desprezar as partes que a compõem. As batalhas são exaustivas. E a armadura é riquíssima em seus detalhes e todos os dias precisamos dela. Por outro lado, há sempre algo novo para aprender. Aprendemos muito quando lemos, participamos de aulas ou palestras. Tudo isso é bom e recomendável. Nos faz práticos e convictos. Faz parte na busca da excelência. Porém, não desprezemos ninguém. Mesmo os irmãos mais humildes, também nos ensinam coisas indispensáveis para o desenvolvimento do Ministério. Um jovem, um idoso, uma pessoa simples que nunca estudou, pode nos dar dicas importantes. Em 1 Co 12:22, 23 lemos: “Antes, os membros do corpo que parecem ser mais fracos são necessários; e os membros do corpo que reputamos serem menos honrados, a esses revestimos com muito mais honra; e os que em nós não são decorosos têm muito mais decoro”.
Em todas as atividades, façamos o nosso melhor. Queiramos tudo que venha de Deus. Não desprezemos nada que a graça Divina nos disponibiliza. E não esqueçamos que Deus pede o melhor da nossa parte, porque Ele nos deu o Seu melhor, Jesus Cristo.

Pr Elias Alves Ferreira é responsável pela IAP em Jales e integra a equipe do Departamento Ministerial – Convenção Geral.