Lockdown, confinados mas confiantes!

Bloqueado!

A coisa sempre começa com um aviso prévio, depois vem um alerta, na sequência uma advertência e, por fim, o bloqueio. Este tipo de situação é comum acontecer com as licenças de software, aplicativos e acessos virtuais. Mas, dessa vez, foi bem diferente. Se trata da restrição ao direito de ir e vir, que afetou em cheio nossa forma de enxergar o mundo, sociabilização, afetividade, segurança, saúde, estima, sonhos, planos, convicção, fé, entre tantas outras coisas.

Por um instante você pode estar pensando o mesmo que eu: “o golpe foi duro”  e eu me perguntei que parte da história deste filme real de ficção científica nós perdemos. Tudo aconteceu tão rápido que ainda nos custa acreditar nesse “novo mundo”.

Não sei você, mas eu procurei algum fato semelhante ao que o mundo vive neste momento, por causa da COVID-19, e percebi algumas semelhanças com a história nos tempos de Noé, registrada no livro de Gênesis capítulos 6 a 9. Nosso olhar será para o comportamento humano da época.

Segundo os relatos bíblicos, a humanidade havia se corrompido, em seus pensamentos só havia espaço para arquitetar violência e maldades de toda natureza; estava completamente distanciada de Deus, de seus propósitos e de sua criação. Como consequência a humanidade recebeu o salário do pecado: a morte.

Por aproximadamente 120 anos um homem chamado Noé,  que era considerado um louco por seus contemporâneos, anunciou que haveria uma saída para a humanidade, caso ela se arrependesse dos seus pecados e se voltasse para Deus, seu criador. Ninguém deu bola para as boas novas que ele anunciava. Aquela gente não considerava quem era Noé, um homem que nutria um profundo relacionamento de comunhão, obediência e fé com Deus.

Confinado, sim, mas muito confiante! Nossa! Você deve ter pensado agora…

O que você está tentando me dizer? Que a pandemia, o isolamento social, o bloqueio total, a falta de trabalho, o pânico geral, todo esse caos é um castigo de Deus?

Não estou afirmando isso. Só fiz um tour pela história para que você perceba que houve um momento semelhante ao que estamos vivendo. E uma família que amava Deus, superou o isolamento, o luto, o medo, a incerteza, o trabalho duro, a fragilidade emocional, o convívio diário, a pressão do inesperado, a escassez de alimento e outros desafios.

O que os fez vencer e superar foi o fato de estarem juntos, no mesmo barco, suportando e sustentando-se uns aos outros. Estavam enfocados em suas fortalezas e superavam suas debilidades dia após dia.

É o que devemos fazer neste momento, acreditar que existe uma novidade de vida nos aguardando.

Respire fundo, deposite sua fé em Deus, fundamente sua esperança em sua Palavra, receba e agradeça por seu cuidado. Não importa o tempo que teremos de esperar para retomar a rotina da nossa vida nesse “novo normal”, importa saber que, haja o que houver, sairemos vitoriosos, se permanecermos fiéis.

A voz de Deus ecoa por toda a terra para que seus filhos ouçam e confiem que Ele continua no controle de todas as coisas.

“Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus”. (Salmos 46:10a)

“Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. (Josué 1:9).

Que Deus continue sendo seu socorro bem presente em tempos de angústia.

Escrito por Maristela Montanheiro de Paula, casada com o pastor Amadilson de Paula, mãe de Stephany e Nathalie. Conselheira e escritora. Atuando na Missão em Nacimiento, Chile.

 

epic_module_block_1-3
epic_module_block_21-2
epic_module_element_header-3

Versão Digital

vin_aplictaivo_250px

ATENÇÃO: A forma de distribuição do conteúdo das Lições Bíblicas em formato digital mudou. Leia o AVISO para mais informações.

logo