503 Anos da Reforma – Somos renovadores e não inovadores!

Somos renovadores e não inovadores! – Lancelot Andrewes
“Pois não me envergonho das boas-novas a respeito de Cristo, que são o poder de Deus em ação para salvar todos os que creem…” (Rm 1.16 – NVT)
Você já parou para pensar que o Evangelho são as boas novas de Deus, não porque são novidades, mas porque e sobretudo, o Evangelho são as boas notícias renovadoras de Deus. Esta revelação é progressiva e constante a cada que meditamos em sua Palavra.
“Lutero e os demais reformadores não inventaram moda. Eles deixaram claro que a fé evangélica é a fé cristã em sua forma original e autêntica”1.
O Evangelho de Cristo nunca envelhecerá, pois ele reflete verdades absolutas e relevantes para todas as gerações, inclusive as que virão, e continua eficaz para trazer sentido de vida ao que crê em Jesus, promovendo transformação de vida: “Logo, todo aquele que está em Cristo se tornou nova criação. A velha vida acabou, e uma nova vida teve início” (2 Co 5.17 – NVT).
A Reforma Protestante não acabou. O Evangelho continua renovador e renovando: “Não imitem o comportamento e os costumes deste mundo, mas deixem que Deus os transforme, por meio de uma mudança em seu modo de pensar, a fim de que experimentem a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para vocês” (Rm 12.2 – NVT).
A Reforma Protestante de Lutero, que completa 503 anos em 31 de outubro, está baseada em cinco doutrinas, ou os Cinco Solas. Sola Scriptura (Somente a Escritura) – tudo o que somos, cremos e tudo o que fazemos precisa estar em obediência ao que a Bíblia diz. Ela é a Palavra de Deus, somente ela! (2 Tm 3.16-17). Solus Christus (Somente Jesus) – não existe outra forma de termos o relacionamento com Deus a não ser por meio de Jesus Cristo (1 Tm 2.5). Sola Gratia (Somente a Graça) – graça é um presente que nós não merecemos. Não somos salvos pelo que fazemos. A salvação é de graça, pela graça. Quem pagou o preço foi Jesus, na cruz, morrendo pelos nossos pecados (Ef 2.8, 9). Sola Fide (Somente a Fé) – para sermos salvos, é preciso ter fé em Jesus Cristo. É Deus quem nos dá fé suficiente para crermos em Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor. Esta fé é dom de Deus (Gl 3.11). Soli deo Gloria (Glória somente a Deus) – tudo o que fazemos (tudo mesmo) é para a glória de Deus, ele deve ser sempre o primeiro em tudo (1 Co 10.31).
Muito embora esse acontecimento na história foi marcante para a igreja e o mundo, tanto para aquela geração e quanto para a nossa também, às vezes fazemos da Reforma Protestante de 1517 um conto de fadas, algo distante. Mas é preciso destacar que a Reforma não descobriu a Bíblia.
Temos uma igreja cheia de bíblias, mas, ao mesmo tempo perguntamos: temos o Evangelho? Na Tese 93 de Lutero, ele registrou: o verdadeiro tesouro da igreja é o evangelho. Há diferença entre conhecer a Bíblia e conhecer o Evangelho. “Não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê…” (Rm 1.16)
O reformador é alguém que descobre o Evangelho em igrejas cheias de Bíblias. A igreja reformada precisa se reformar a cada dia até que ela seja glorificada, na volta de Jesus. Para quem defende que a igreja está estagnada ou perdeu o seu brilho, eu respondo: o Evangelho é o Leão, que tem garras, poder e força2. Qual a missão do Reformador? Abrir caminho para o Leão, deixar o Evangelho livre para confrontar o pecado e a cultura idólatra. Portanto, uma reforma legítima da igreja não acontecerá a não ser que o Evangelho seja lembrado, valorizado e seja vivido intensamente por fé e graça; influenciando nosso estilo de vida a ponto de refletir o amor de Jesus Cristo por todos os pecadores.
Tenha coragem de soltar o Leão, deixe o Evangelho fazer a parte dele. A Reforma é uma tarefa inacabada.
Pr. Elias Higino Roberto é responsável pelas IAPs em Sumaré e Jd. Primavera, ambas na Convenção Paulista. Atua no MVP – Convenção Geral e Paulista.

Versão Digital

vin_aplictaivo_250px

ATENÇÃO: A forma de distribuição do conteúdo das Lições Bíblicas em formato digital mudou. Leia o AVISO para mais informações.

logo