Encontrando consolo na Palavra para consolar os outros

A Bíblia é fonte de consolo e inspiração sempre!

“Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança.” – Rm 15.4 (ARA)

 

Vivemos um período de isolamento social. A expressão em Inglês “Low Touch”, ou pouco contato, define o período de pandemia produzida pelo Covid 19. Isto moldará uma nova geração com novos hábitos de higiene, de saúde, de política, de consumidores e de relacionamento social. E, por que não dizer, novos hábitos de fé?

Além dos decretos governamentais, há aqueles que decretaram para si próprios, um lockdown pessoal. O seu próprio confinamento. As pesquisas avaliam que um número alto da população terá influência negativa na área da saúde mental provocando crises de ansiedade e depressão.

Porém, aqueles que creem num Deus Todo-Poderoso, pessoal, que age por meio da sua soberania, que nos deu Jesus de presente lá na cruz, encontrará forças na sua Palavra.  E o que a Bíblia é para nós?

A Bíblia é inerrante e infalível – “Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito”.  Nada se perde nas Escrituras. Nada está por acaso. Ela não enruga, não mofa, não envelhece. Todas as histórias, todos os princípios, todos os valores, todas as promessas, produziu vida no passado, produz no presente e produzirá no futuro. Ela é a nossa fonte de ensino normativo e autoritativo. Por meio da Palavra crescemos espiritualmente; descobrimos Jesus, o tema central; e de uma forma especial, a grandeza, o desejo, o propósito de Deus para as nossas vidas.

Ela é terapêutica – “paciência e pela consolação das Escrituras”. “Paciência” e “consolação” são verdadeiros bálsamos e antídotos contra o estresse, o desânimo, a falta de coragem, a tristeza e a baixa autoestima. Os personagens bíblicos nos desafiam a viver uma vida frutífera que glorifica o nome do Senhor.

Ela nos faz vitoriosos“tenhamos esperança”. A Bíblia é uma fonte de poder espiritual. Uma fonte inesgotável de esperança para o presente que nos faz dar mais uma chance para nós mesmos e nos leva a suplantar as situações tirânicas da vida. Mas, ela também nos confere uma esperança escatológica, como escreveu Champlin.[1] Ou seja, nos faz respirar, saudar o futuro e sonhar com a felicidade eterna ao lado do Senhor.

Gostaria de viver na plenitude da graça e ministrar ajuda aos outros? O prazer pelas sagradas letras, conforme o primeiro dos Salmos, determinará a profundidade e a qualidade da vida espiritual.

 

Pr. Elias Alves Ferreira  congrega na IAP em Prado Velho (PR) e atua no Ministério de Vida Pastoral Geral

[1] Champlin, Russel Norman, N. T. Interpretado, Candeia, São Paulo, SP, 1995 – Vl 3 (856)

Versão Digital

vin_aplictaivo_250px

ATENÇÃO: A forma de distribuição do conteúdo das Lições Bíblicas em formato digital mudou. Leia o AVISO para mais informações.

logo