Nota de falecimento

Oremos pela família da Dsa. Diva (MT)

 

Foram setenta e três anos de vida. Na manhã de hoje, 2 de maio de 2019, a Dsa. Diva de Oliveira Vieira descansou de suas lutas. Deus decidiu tomá-la para si, após vários dias de intenso tratamento hospitalar. Ela congregava na IAP em Cristo Rei, Várzea Grande (MT).

O Senhor Jesus, como prometera por meio do Espírito Santo esteve com sua serva até o último instante. Como uma filha querida, foi acompanhada por seu Salvador até o fim. Deu a ela o sono dos justos, garantia de estar na primeira ressurreição, no maravilhoso e terrível dia do Senhor. Nesse dia, a família e a igreja verão outra vez a Dsa. Diva, com o corpo totalmente glorificado, na presença do Deus Trino, dos santos anjos, dos patriarcas, profetas, apóstolos e irmãos de todos os tempos e de todas as tribos, línguas, povos e nações, dizendo:

“Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças… Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre.” (Ap 5:12 e 13)

Em nome de Jesus Cristo, Salvador e Senhor da IAP e de todo seu povo, expressamos gratidão pela vida exemplar, pela fé inabalável em Jesus e pelo testemunho de vida vigoroso deixado pela Dsa. Diva de Oliveira Vieira. Esposa do Pr. Francisco José Vieira, deixou oito filhos (Melki, Abadia, Zilá, Enos, Asenate, Ângelo, Marcos e Jucélia), vinte netos e sete bisnetos. Para quem a conheceu sabe que ela exerceu com esmero o dom da hospitalidade. Dessa forma, ao longo de sua existência pode agregar em sua casa inúmeras pessoas. Gente que é testemunha viva de sua fé em Cristo, e de seu compromisso com o Reino de Deus. Com certeza, ela combateu o bom combate, acabou a carreira e guardou a fé.

O casal foi responsável pela plantação de várias igrejas no estado de Rondônia, onde foi uma das famílias pioneiras.

O Espírito Santo consola toda a família com estas vigorosas e verdadeiras palavras de Jesus:

E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. (Jo 6:39-40)

Pr. Josiel Peixoto, genro e superintendente da Convenção Sul Matogrossense

 

Últimas notícias

Downloads

Instale o APP

vin_aplictaivo_250px
Estude as Lições Bíblicas a partir do seu celular. Instale o aplicativo, conheça e divulgue para os seus amigos.

google-play  app-store

logo