Russel Shedd

Uma vida dedicada à literatura teológica de fácil compreensão

No último sábado, 26 de novembro de 2016, morria Russel Phillip Shedd (87 anos). Boliviano de nascimento (1929), a partir de sua adolescência, foi para os Estados Unidos, onde completou os estudos de segundo grau.
Formou-se em teologia, em renomadas universidades americanas, onde adquiriu o título de bacharel, com especialização em Bíblia e grego, além de mestrado em Novo Testamento. Sagrou-se doutor em Filosofia, pela Universidade de Emdiburgo na Escócia. Foi professor na Universidade de Southeastern Bible College, em Birmingham, no estado do Alabama, nos EUA, instituição onde conheceu a esposa Patrícia.
Este casal missionário desenvolveu sua vida missionária a partir de Portugal, cuidado de um projeto que tinha por objetivo fornecer literatura teológica de fácil compreensão, além de obra de referenciais, chamado de “Edições Vida Nova”. Vindo posteriormente para o Brasil, onde expandiria o empreendimento missionário, desde 1962, o Dr. Shedd esteve promovendo a teologia fácil e profunda, em território nacional.
Ele teve por volta de 25 títulos seus publicados pela Editora Vida Nova, que ainda conta com outros selos editoriais, como: Shedd Publicações e Shedd Kids. Ele também atuou como professor na Faculdade Batista de São Paulo. Sem falar nas diversas palestras, pregações e devocionais que fez.
Quando penso em Russel Shedd, percebo o grande legado que ele deixou em solo brasileiro. Seus livros com rico e destacado embasamento bíblico nos fazem entender sua paixão pela Palavra de Deus e fazer com que seus leitores a entendessem. Era o seu principal objetivo de vida.
Sua Bíblia de estudo, em que foi o organizador; livros como: “O mundo, a carne e o diabo” e “Adoração Bíblica” estão entre o legado o legado que trouxe honra e glória ao nosso Deus. Por isso, apesar do luto pela morte do Dr. Shedd, podemos dizer que a igreja brasileira ganhou um nome eternizado nela, pelo ardor e cuidado com que ele falava do Evangelho de nosso Senhor.
Nessas horas, que o Espírito Santo conforte a família e a igreja cristã. E totalmente de luto, mas totalmente com esperança: “Nós cremos que Jesus morreu e ressuscitou; e assim cremos também que, depois que Jesus vier, Deus o levará de volta e, junto com ele, levará os que morreram crendo nele.” (1 Tessalonicenses 4.14 NTLH).

Ms. Andrei Sampaio Soares é colaborador do Departamento de Educação Cristã da IAP.